quinta-feira, 29 de julho de 2010

Ah! O amor...






Em todos os relacionamentos e sob todas circunstâncias, Ame. Seja leal e sincero.






Para meus amigos que estão... SOLTEIROS:

O amor é como uma borboleta. Por mais que tente pegá-la, ela fugirá. Mas quando menos esperar, ela está ali do seu lado. O amor pode te fazer feliz, mas às vezes também pode te ferir. Mas o amor será especial apenas quando você tiver o objetivo de se dar somente a um alguém que seja realmente valioso. Por isso, aproveite o tempo livre para escolher.

Para meus amigos... NÃO SOLTEIROS:

Amor não é se envolver com a “pessoa perfeita¿, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser”.

Para meus amigos que gostam de... PAQUERAR:

Nunca diga te amo senão te interessa. Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem. Nunca toque numa vida, se não pretende romper um coração. Nunca olhe nos olhos de alguém, se não quiser vê-lo derramar em lágrimas por causa de ti. A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você, quando você não pretende fazer o mesmo...

Para meus amigos... CASADOS:

O amor não te faz dizer a culpa é, mas te faz dizer me perdoe. Compreender o outro, tentar sentir a diferença, se colocar no seu lugar. Diz o ditado que um casal feliz é aquele feito de dois bons perdoadores. A verdadeira medida de compatibilidade não são os anos que passaram juntos, mas sim o quanto nesses anos, vocês foram bons um para o outro.

Para meus amigos que têm um... CORAÇÃO PARTIDO:

Um coração assim dura o tempo que você deseje que ele dure, e ele lastimará o tempo que você permitir. Um coração partido sente saudades, imagina como seria bom, mas não permita que ele chore para sempre. Permita-se rir e conhecer outros corações. Aprenda a viver, aprenda a amar as pessoas com solidariedade, aprenda a fazer coisas boas, aprenda a ajudar a própria vida. A dor de um coração partido é inevitável, mas o sofrimento é opcional. E lembre-se: É melhor ver alguém que você ama feliz com outra pessoa, do que vê-la infeliz ao seu lado.

Para meus amigos que são... INOCENTES:

Ela(e) se apaixonou por ti, e você não teve culpa, é verdade. Mas pense que poderia ter acontecido com você. Seja sincero, mas não seja duro; não alimente esperanças, mas não seja crítico; você não precisa ser namorado(a), mas pode descobrir que ela(e) é uma ótima pessoa, e pode vir a se tornar uma (um) grande amiga(o).

Para meus amigos que têm... MEDO DE TERMINAR:

Às vezes é duro terminar com alguém, e isso dói em você. Mas dói muito mais quando alguém rompe contigo, não é verdade?

Mas o amor também dói muito quando ele não sabe o que você sente. Não engane tal pessoa, não seja grosso(a) e rude esperando que ela(e) adivinhe o que você quer. Não a(o) force terminar contigo, pois a melhor forma de ser respeitado é respeitar. E a melhor forma de respeitá-la(o) é sendo verdadeiro(a) e sincero(a). Lembre-se... O tempo passa e não volta atrás; não adianta dar murro em ponta de faca...


Fonte: Mario Quitana, escritor brasileiro com obras traduzidas para diversos idiomas.

O Pássaro e a Oração

O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa.


Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair ?

Como é que ele consegue isso ? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho.
Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa.

É uma maravilha, não é? Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho!

Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso galho (segurança) na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração.

Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a fé, desanimar de caminhar, perdeu os sonhos e a esperança, não caminhe sozinho.

Jesus quer fortalecê-lo e caminhar com você por toda sua vida!

É Ele quem renova suas forças e sua fé; e se cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você Seu filho amado, basta você CRER! (Mateus 6.25-34).

I Pedro 5.7 diz: “Lancem sobre ele (Jesus) toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês”.

“Busquem o Senhor enquanto é possível achá-lo; clamem por ele enquanto está perto” Isaias 55.6.

Dobre os seus joelhos, em oração, para que seus pés sejam firmados na Rocha que é Cristo.


Fonte: Apresentação em powerpoint recebida por email.

Felicidade Realista

Ser feliz é ser acima de tudo simples, autêntico, real e honesto.


A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.

Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.

Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.

E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo.

Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.

É o que dá ver tanta televisão.

Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.

Ter um parceiro constante, pode ou não, ser sinônimo de felicidade.

Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum.

Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado.

E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.

Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável.

Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno.

Olhe para o relógio: hora de acordar.

É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz mas sem exigir-se desumanamente.

A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.

Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade.

Se a meta está alta demais, reduza-a.

Se você não está de acordo com as regras, demita-se.

Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz.

Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.

Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração.

Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

Fonte: Mario Quitana, escritor brasileiro com obras traduzidas para diversos idiomas.


terça-feira, 27 de julho de 2010

Toma tua Cruz e siga-Me!

Recebi e-mail Este não é meu primo Achei super Interessante !




Moral da história :

Nada Nesta Vida é por acaso !

Muitas Vezes nsa Queremos livrar da " cruz dada "nos Que É .

Mas n UM TEM tudo ' para quê 'e um ' por quê '...

Deus Nunca nsa manda Algo Que Não possamos suportar ...

E se formos abreviar Estes Caminhos , problemas Certamente Teremos !

Lição dos Primários - Duas vezes Abençoada!

GRAÇA

Deus faz por nós o que não somos capazes de fazer sozinhos.

VERSO PARA DECORAR

“[Ele] é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que
pedimos ou pensamos.” Efésios 3:20, NVI.

REFERÊNCIAS

2 Reis 4:8-37; 8:1-6; Profetas e Reis, p. 235-240.

OBJETIVOS

A criança deverá:

SABER que Deus gosta de abençoá-la e dar-lhe presentes.

SENTIR-SE segura de que Deus cuidará dela – mais do que pede ou imagina.

RESPONDER confi ando que Deus proverá mais do que ela imagina pedir.

MENSAGEM CENTRAL

Deus me dá mais bênçãos do que posso pedir ou imaginar.


RESUMO DA LIÇÃO


Toda vez que Eliseu passava por Suném, uma mulher rica lhe oferecia refeições. Ela e o esposo concordaram em acrescentar um cômodo na parte superior de sua casa para hospedar Eliseu. Ele fi cou agradecido e desejou fazer alguma coisa pelo casal. Sendo que o casal não tinha fi lhos, Eliseu disse à mulher que ela teria um fi lho dali a um ano. Ela teve o fi lho. Mas, um dia, o fi lho fi cou doente e morreu. A mãe foi à procura de Eliseu e o levou até sua casa. O fi lho voltou a viver.
Esta lição fala sobre graça. Embora a sunamita não tenha pedido coisa alguma (2 Reis 4:28), Deus concedeu a ela e a seu esposo um valioso presente – duas vezes. Deus nos dá bênçãos que nem sequer sabemos pedir; são Suas dádivas da graça para nós.


DECORAÇÃO DA SALA
Fazer uma borda em volta de um quadro de anúncios ou na parede e escrever dentro da borda, na parte superior: “A graça de Deus”, e na parte inferior: “a todos”. No meio do quadro, entre as frases mencionadas, colocar uma gravura grande de uma caixa de presente com um bonito laço. Escrever na caixa: “Um presente”. Fazer coraçõezinhos de diferentes cores e colar na caixa, escrevendo abaixo deles as palavras: “Mais do que pedimos ou pensamos... Efésios 3:20”. Ou colar gravuras e/ou palavras que indiquem que Deus é capaz de curar os doentes; Deus é capaz de ressuscitar os mortos; Deus é capaz de solucionar nossos problemas; Deus é capaz de suprir todas as nossas necessidades; Deus é capaz de nos proteger do perigo, etc.



1 - ATIVIDADES PREPARATÓRIAS

Escolher uma ou mais atividades que se adaptem melhor à situação da classe.

A. Surpresa!

Você Precisa

• adesivos ou pequenas lembrancinhas
• Bíblias
O(a) professor(a) (nome) tem uma surpresa para vocês. Vocês podem ir até onde ele(a) se encontra e pedir um presentinho. Pedir que o(a) professor(a) dê sempre dois adesivos ou dois presentinhos em vez de um, como foi pedido.

Analisando

Como vocês se sentiram quando receberam mais do que pediram? (Surpresos, alegres, etc.) Muitas vezes Deus nos dá mais do que pedimos. Vamos procurar na Bíblia e ler Efésios 3:20, nosso Verso Para Decorar. (Encontrar e ler juntos.) Nossa história bíblica de hoje é um exemplo dos presentes que Deus nos dá. Vamos dizer juntos a mensagem de hoje:

DEUS ME DÁ MAIS BENÇÃOS DO QUE POSSO PEDIR OU IMAGINAR.

B. Presente Para Você

Você Precisa

• dois presentinhos para cada criança embrulhados juntos em papel de presente
• Bíblias
Colocar os presentinhos embrulhados na cadeira de cada criança antes que elas cheguem. Elas devem guardar os presentinhos para serem usados mais tarde durante o programa.

Analisando

Como vocês se sentiram quando entraram e encontraram nas cadeiras esses presentes não esperados? (Surpresos, felizes, etc.) Vocês já pensaram por que receberam presentinhos? (Sim.) Quais são algumas das razões pelas quais vocês poderiam receber presentes? (A professora nos ama, etc.) Todos vocês receberam presentinhos porque são amados. Deus os ama muito e gosta de lhes dar bênçãos que vocês não esperam. Vamos procurar na Bíblia e ler Efésios 3:20, que é nosso Verso Para Decorar. (Encontrar e ler juntos.) Vamos dizer juntos a mensagem de hoje:

DEUS ME DÁ MAIS BÊNÇÃOS DO QUE POSSO PEDIR OU IMAGINAR.
 
2 - LIÇÃO BIBLICA
Vivenciando a Lição

Antes de começar, escolher crianças para desempenhar o papel dos vários personagens da história. Providenciar roupas dos tempos bíblicos para Eliseu, a mulher sunamita, o marido e o filho dela. Arrumar um canto da sala como se fosse o quarto feito para Eliseu (ver 2 Reis 4:10) com cama, mesa, cadeira e uma lâmpada. Deixar por perto ferramentas de construção como martelo e serrote.

Vocês se lembram do maná que alimentou os israelitas no deserto? Deus lhes deu esse presente quase todos os dias! Lembram-se de quando Deus deu a Ana o presente do seu filho Samuel? Mais tarde, Ele deu a ela mais três filhos e duas filhas! Deus dá, dá e dá – geralmente muito mais do que pedimos!

Havia uma mulher na cidade de Suném. (Mulher sunamita se levanta na frente da classe.) Geralmente, ela oferecia alimento para o profeta Eliseu quando ele visitava Suném. Sabendo que Eliseu frequentemente passava pela cidade (Eliseu passa pela frente da classe), ela e seu marido decidiram acrescentar um cômodo à sua casa, onde Eliseu pudesse ficar. (Mulher sunamita e seu marido fazem de conta que estão construindo com ferramentas na mão.) Eliseu ficou tão agradecido que disse à mulher que pedisse o que desejasse. (Eliseu conversa com a mulher sunamita.) Ela respondeu que não desejava nada. (A mulher sorri e acena negativamente com a cabeça.) O servo de Eliseu descobriu que a mulher não tinha filhos. Eliseu sabia que Deus gosta de dar presentes, então, quando ouviu isso, chamou a mulher. (Mulher sunamita para na porta do “quarto” de Eliseu. Ele chega perto da “porta”.)
– Daqui a um ano, Deus lhe dará um filho – Eliseu disse.
A mulher quase não podia acreditar no que Eliseu dizia. Como podia ser isso? (Mulher balança a cabeça incrédula.) Um ano depois, Eliseu retornou ao lar da mulher de Suném. Sorrindo à porta, seus amigos o convidaram para entrar. Ele sorriu feliz. A mulher segurava nos braços um bebezinho – um menino! (Mulher sunamita ao lado do marido, segura uma boneca embrulhada.) O bebê cresceu e se tornou um menino grande. Certo dia, o menino estava com o pai no campo. (Pai e filho se curvam como se estivessem colhendo alguma coisa.) De repente, a cabeça do menino começou a doer. (Menino põe a mão na cabeça e demonstra dor.) O pai dele chamou um servo para levá-lo para a mãe. Ela fez tudo o que podia, mas o menino piorava cada vez mais. Finalmente, ele parou de respirar; estava morto. (Menino “morre”.)
O presente de Deus para a mulher sunamita – o mais maravilhoso presente que ela podia imaginar – lhe fora tirado. Ela colocou o menino na cama do quarto de Eliseu. (Colocar o menino na cama.) A mulher então correu à procura de Eliseu. (Mulher apresenta rosto triste.)
– Eu nada pedi – disse ela. – Mas Deus me deu um filho. Agora meu filho está morto!
O profeta correu para a casa da sunamita. (Eliseu corre para seu “quarto”.) Depois de orar pela segunda vez, o menino espirrou. (Menino espirra sete vezes.) Espirrou sete vezes. No sétimo espirro, ele abriu os olhos, acordando; estava vivo! (Menino abre os olhos e se levanta.) Eliseu chamou a mãe do menino. (Mulher sunamita entra no “quarto” de Eliseu.) Quando ela viu seu filho, imediatamente se ajoelhou para agradecer a Deus. (Mulher sunamita abraça o menino e se ajoelha com expressão alegre no rosto.) Ela havia recebido um dos maiores presentes de Deus – duas vezes.

Analisando

Como vocês acham que a mulher sunamita e seu marido se sentiram quando o menino nasceu? (Entusiasmados; felizes; abençoados, etc.) Quando vocês chegarem em casa, perguntem a seus pais como eles se sentiram quando vocês nasceram. O que vocês aprenderam acerca de Deus nessa história? (Que Deus me ama e dá muito mais do que posso pedir ou imaginar.) Vamos dizer juntos nossa mensagem de hoje:

DEUS ME DÁ MAIS BÊNÇÃOS DO QUE POSSO PEDIR OU IMAGINAR.

Verso Para Decorar


Com antecedência, recortar 17 círculos de feltro ou papel amarelo ou dourado (para representar moedas), variando em tamanho de 5 a 10 cm de diâmetro. Escrever cada palavra (inclusive o texto) do Verso Para Decorar em um círculo ou “moeda”. No verso das “moedas” numerá-las pela ordem correta das palavras. Colocar todas as “moedas” dentro de uma caixa de presente pequena. Permitir que uma criança abra a caixa e distribua o “tesouro” aos colegas da classe. Ler em voz alta o Verso Para Decorar e então pedir que as crianças coloquem as “moedas” na ordem correta (no flanelógrafo ou mesa). Se algumas crianças ainda não souberem ler bem, permitir que coloquem na ordem numérica olhando no verso das “moedas”. Virar as “moedas” para revelar o Verso Para Decorar. Ler juntos. Depositar uma moeda por vez na caixa enquanto repetem o Verso Para Decorar.

Estudo da Bíblia

A Bíblia tem outros exemplos em que Deus concedeu presentes não esperados. Vamos recapitular alguns deles. Ajudar as crianças a encontrar e ler as seguintes passagens:

Jó 42:12 (Jó recebe de volta tudo o que tinha perdido e muito mais.)

Gênesis 2:22 (Adão recebe uma esposa.)

Atos 3:6 (Homem recebe a cura em vez de esmolas.)

Lucas 1:30 e 31 (Maria recebe o anúncio de que ela teria o Bebê Jesus.)

Analisando

Nenhum desses presentes era algo que poderia ser empacotado em uma caixa de presentes; contudo, eram presentes muito especiais de Deus, e não esperados. Por que será que Deus gosta de fazer-nos surpresas? (Ele gosta de fazer Seus filhos felizes; Ele quer que confiemos que Ele suprirá nossas necessidades, etc.) Do que vocês gostam mais: presentes surpresa ou presentes esperados? (Qualquer um; presentes surpresa.) Quando vocês estiverem desanimados e não tiverem o que precisam, de que se lembrarão? Vamos responder dizendo juntos nossa mensagem:

DEUS ME DÁ MAIS BÊNÇÃOS DO QUE POSSO PEDIR OU IMAGINAR.

3 - APLICAÇÃO DA LIÇÃO

Presentes Não Pedidos

Dar a cada criança uma folha de papel ou pedaço de massa de modelar. Pedir que desenhem ou modelem alguns presentes que Deus lhes tem dado sem que pedissem (casa, pais, amigos, habilidade de andar, falar, etc.).

Analisando

Às vezes consideramos que temos direito a alguns presentes muito importantes que Deus nos dá. Vocês têm feito isso com os presentes que desenharam (ou modelaram)? (Sim; não; às vezes.) Quando pensam nesses presentes como vocês se sentem? (Agradecidos a Deus.) Quando se esquecerem quão especiais esses presentes de Deus realmente são, o que vão fazer? (Pedir a Deus que nos ajude a ser agradecidos.) Qual é a mensagem de hoje?

DEUS ME DÁ MAIS BÊNÇÃOS DO QUE POSSO PEDIR OU IMAGINAR.

4 - PARTILHANDO A LIÇÃO

Dando Presentes

Utilizando os presentinhos duplos que receberam nas Atividades Preparatórias no início da Escola Sabatina, incentivar as crianças a dizer o nome de alguém a quem pretendem dar um de seus presentes.

Analisando

Ao chegarem hoje à Escola Sabatina, vocês receberam dois presentinhos embrulhados juntos. Vocês terão a oportunidade de dar um desses presentes a outra pessoa. O que vocês acham de partilhar com alguém um presente não esperado que receberam? (Feliz por poder partilhar; gostaria de guardar o presente para mim mesmo, etc.) O que Jesus pede que façamos? Leia em Mateus 10:8, última parte. (Pedir que uma criança leia o texto.) Por que partilho minhas bênçãos com outros? Vamos responder dizendo nossa mensagem:

DEUS ME DÁ MAIS BÊNÇÃOS DO QUE POSSO PEDIR OU IMAGINAR.

5 -  ENCERRAMENTO
Cantar um dos hinos preferidos sobre a graça de Deus. Orar agradecendo a Deus por Sua graça e pedindo a habilidade de apreciar melhor os presentes de Deus.

6 - ANEXOS
Outras sugestões para serem usadas durante este mês cujo a mensagem é GRAÇA.
1. A cada sábado nos minutos previos, confeccionar pequenas lembrancinhas em forma de coração que serão oferecidas pelas crianças a outras pessoas (visitantes da igreja no dia) no momento de partilhar a lição:
A) Coração de origami 
B) Coração Trançado (pode-se usar o mesmo modelo da lição passada)
C) Coração de E.V.A para colocar em lápis (modelo em anexo)
D) Biscoitos em forma de coração em saquinhos surpresas.
Todas estas lembrancinhas deverão ser dadas para outras pessoas pelas crianças com objetivo de enfatizar o tema GRAÇA que deverá ser escrito em pequenos cartõezinhos: DEUS ME AMA

2. A cada sábado no momento das atividades preparatórias leve algo da natureza para falar da GRAÇA de Deus em nos dar muitos presentes, tais como: Cachorrinho, gatinho, passarinhos, frutas, alimentos, etc. Coloque tudo dentro de uma caixa grande de presente e permita que as crianças tentem advinhar o que há dentro dela.


segunda-feira, 26 de julho de 2010

Dia dos Pais - Lembrancinha

Mais um modelo de lembrancinha paa o dia dos pais e é super fácil de fazer.

Compartilhando...: Fé...

Compartilhando...: Fé...: "'Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem'.Hebreus 11:1 O que você está vendo? Até ond..."

Dia da Vovó!

Queria homenagear a todos as  vovós neste dia, falando da melhor vovó (minha mãe), que com seu amor e carinho soube cativar a todos na familia.
Dona terezinha nós te amamos!
Que Deus continue a guiá-la e que você continue a ser o nosso referencial espiritual. Com amor, seus filhos e netos!

De pequeno se torce o pepino

Este texto eu achei no blog do meu grande amigo William Lira, e como fala de educação achei oportuno partilhar com vcs, minhas seguidoras.

Mais uma boca no mundo, mais um trafica chorando, lá vem mais um quase nada, mais um para chorar de fome, mais um para levar tiro, mais um bandido no morro, mais um perdido na vida...
– Há dias, escutava a canção do Kleber e veio-me à memória alguém que conheço como a mim mesmo.
Nasceu num “cortiço”, onde havia quatro banheiros sujos e quebrados para partilhar com mais uma centena de pobres como ele. Passou a infância numa oficina de fazer vassouras, num bairro onde não entrava ambulância nem polícia. A sua família reinventava com dignidade a parca existência. O pai, que acumulava três empregos mal pagos, foi preso, injustamente acusado de roubar. A família empenhou o que restava dos poucos haveres, para provar a sua inocência. A mãe morreu jovem, do cansaço de um trabalho insano. Os avós paternos cedo sucumbiram à fome e a um surto de tuberculose. Os maternos tinham migrado da aldeia rural para a cidade grande, na ilusão de uma vida melhor. Partiram cedo, minados pelo alcoól e por maus-tratos.
Estava destinado a ser líder de uma gangue do bairro. Era um dos raros que sabia ler, era hábil a resolver encrencas e a escrever cartas de amor encomendadas. Tão sagaz quanto franzino, ganhara o respeito de ciganos e marginais, que nele não usavam as facas e o defendiam de outras sortes. Com eles aprendeu a gramática da sobrevivência: agredir os gringos que na rua aparecessem e, só depois de eles sangrarem, perguntar-lhes ao que vinham...
Conviveu com todo o tipo de violência. Cedo entendeu que fora roubado todos os dias, desde o dia em que nascera. Que, enquanto os seus dormiam no chão da rua, outros dormiam sonos tranquilos. Foi perdendo amigas para a prostituição e amigos para o cárcere. A tuberculose, a sífilis, a fome e a bala foram ceifando vidas ao seu redor. Nas juninas dos seus dezoito anos, o seu melhor amigo conheceu uma moça abastada e lá se foi, casamento de rico, sonho americano de ascensão social, que pouco durou. Sem amigos e sem futuro, pela mão de dois providenciais vizinhos, trocou a solidão pela evasão. Deles ficou devedor daquilo que nunca lhes pode pagar: o resgate de uma vida. Trabalhou para poder estudar e fez um curso – fez-se professor.
Ele sabe, melhor do que ninguém, que os criminosos não nascem criminosos. Conhece os mecanismos sociais que os produzem. Por experiência pessoal, também sabe que, quando a sociedade e a escola produzem exclusão, o jovem não fica solto e busca a inclusão em grupos marginais. Sensível aos dramas vividos pelos seus alunos, entristecem-no certas atitudes de professores coniventes com a má qualidade de uma escola vocacionada para manter um sistema iníquo, no qual quem tem curso superior merece prisão especial...
Talvez porque não conheçam a sua história de vida, os seus colegas de profissão se tivessem surpreendido com a sua colérica reação, quando escutou este diálogo na sala dos professores:
Aí, eu disse-lhe: Quem é que tu pensas que és, seu merdinhas? Saio de casa para aturar esta bosta! Eu não ganho para isso!
Fez muito bem, colega! Eles vêm de casa desse jeito. Já nasceram assim. Esse pestinha vai ser o próximo chefe de gangue. Eles não nasceram, eles foram cagados!
Será mesmo verdade que “quem nasce torto tarde ou nunca se endireita”? Aquilo que a psicologia chama de “profecia auto-realizada” agirá decisivamente na psique mais profunda dos professores? Sabemos que a escola não muda a sociedade, mas que muda com a sociedade, por isso, ouso perguntar: A reprodução escolar e social será um inevitável fatalismo? A escola nada poderá fazer para a contrariar? Ou poderá fazer a sua parte?

José Pacheco


sexta-feira, 23 de julho de 2010

Porta Gravata do Papai

Mais uma dica de lembrancinhas para o dia dos pais feita em E.V.A .


Campanha "Ajude nosso amigo Nadson Portugal"

Ajude a promover a cura de nosso amigo Nadson Portugal

Nosso amigo Nadson Portugal, irmão em Cristo, cantor, que tem divulgado o amor de Deus por onde passa, está precisando da sua ajuda. Nadson Portugaltem uma doença chamada PSORÍESE, considerada pela medicina convencional como doença crônica e incurável. É classificada como psicossomática e auto-imune, ou seja, diretamente relacionada ao sistema imunológico do portador, deixando-o frequentemente vulnerável e sujeito a ação de outras enfermidades.

Psoríese não é contagiosa. Sua origem ainda é indefinida mas pode ter várias causas como o stress e a hereditariedade. O caso de Nadson Portugal é de psoríese hereditária que vinha sendo "controlada" há cerca de quinze anos com tratamento paliativos e ineficazes.

Nadson enfrenta agora o agravamento de seu quadro clínico nescessitando portanto, de ações mais aprofundadas e eficazes. Assim, será submetido a um tratamento natural que terá como objetivo não mais apenas o controle da enfermidade mas, a cura! Como o tratamento nescessita de um período de seis meses, por orientação médica. Nadson precisará ficar afastado de suas atividades de ministro do Louvor por aproximadamente 45 dias.

O Tratamento demandará também despesas com a compra de medicamentos, terapia e internação em clínica especializada.

Participe como puder dessa campanha para ajudar nosso amigo Nadson Portugal!

Para maiores informações acesse o site: http://amigosdenadson.blogspot.com/p/recados.html

terça-feira, 20 de julho de 2010

Para apresentação de Crianças

1- A Sombrinha: (Proteção) serve para proteger-nos da chuva ou do sol. A criança também é protegida pelos pais, os pais fazem de tudo para proteger seus filhos, aconteceu assim com Moisés; Êxodo 2:3 e 4 Não podendo, porém, escondê-lo por mais tempo, tomou um cesto de junco, calafetou-o com betume e piche e, pondo nele o menino, largou-o no carriçal à beira do rio. A irmã do menino ficou de longe, para observar o que lhe haveria de suceder. Faraó pensava que poupando as meninas e mandando matar os meninos, não iria ter problema com o povo de Israel, mas foi uma menina que frustrou os planos de Faraó protegendo o menino que salvaria o povo de Israel do Egito. Pais que tem a sabedoria de Deus, proteje seus filhos. Que (nome da criança) possa ser protegido por seus pais.


2- A Mamadeira: (Oração) serve para alimentar o bebê, o primeiro alimento da criança é o leite. Nenhuma mãe dá a seu bebê uma feijoada, um churrasco, sempre como primeiro alimento é dado um tipo de leite, mas existe um alimento que a mãe deve dar a seu filho mesmo ainda em seu ventre. A oração; Ana orava por Samuel mesmo antes de concebê-lo, e esta deve ser a atitude de todas as mães. 1 SM. 1: 10 e 11 “Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente. E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição de tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha. Que (nome da criança) possa honrar ao senhor em tudo que fizer.

3- A Toalha e o sabão: (Pureza) serve para a limpeza do bebê. A criança é limpa, vendo coisas limpas; devemos tomar cuidado com o que a criança vê; muitas vezes a criança fica horas vendo as mentiras e maldades que a televisão mostra e acham que é normal; crianças que vêem seus pais mentindo, falando palavrões, falando mal de alguem podem imitá-los mais tarde. Os pais são o espelho para seus filhos. Em 1COR. 15.33 lemos; Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes. Que (nome da criança) possa crescer vendo bons exemplos para imitá-los.

4-Prendedor de Chupeta: (Confiança) serve para dar confiança de que a chupeta não vai cair no chão. As primeiras pessoas que o bebê precisa confiar são os seus pais. A maneira que os pais vivem e agem é observada pelos filhos grandemente! Se um pai, ou alguém que a criança acredita muito pedir para a criança pular de um lugar bem alto dizendo que var pegá-la; ela nem questiona, pula sem medo..?.?. Os pais devem demonstrar a seus filhos que a maior confiança deve ser em Deus. Jr. 17. 5 “Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!” Que (nome da criança) possa ver em seus pais que a confiança maior deve ser em Deus.

5- A Touca: (Palavra de Deus) serve para proteger a cabecinha do bebê do frio, a palavra de Deus é a proteção de nossa mente, nela contém todos os ensinamentos para nos proteger das ciladas do inimigo. ...Ef. 6:17. “Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.” Que (nome da criança) possa estar recebendo esta proteção através de seus pais.

6- O cinto: (Segurança) serve para proteger o bebê, e dar segurança. Hoje é lei obrigatória que as crianças usam o cinto de segurança especial para elas. Ef. 6. 14 “Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade, e vestindo-vos da couraça da justiça.” O cinto servia para segurar a armadura; sem o cinto da verdade, “A PALAVRA DE DEUS” a armadura cai; não temos segurança, e, muitas vezes falamos ou acreditam em mentiras, e, o compromisso do Cristão é com a verdade. Que (nome da criança) seja cingido com a verdade que é a palavra de Deus para ter segurança.

7- Os sapatos: (Salvação) servem para os pezinhos do bebê, ficar quentinho e quando começam a dar os primeiros passos, ele precisa de calçados adequados para salvá-lo de cair com facilidade e machucar. Os ensinamentos da Palavra de Deus; serve para nos salvar do caminho da perdição. Ef. 6: 15 “Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz.” Os pais devem estar preparados para levar o evangelho a seus filhos. Em PV. 22:6 lemos: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Em DT. 6, 6-9 aprendemos que devemos ensinar a palavra de Deus aos nossos filhos sempre. O texto biblico diz:

6 Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no Coração;

7 tu as inculcarás a teus Filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando Pelo Caminho, e ao deitar-te, e ao Levantar-te.

8 Também as atarás Como Sinal na Tua Mão, e te Serão por frontal entre Os Olhos.

9 E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.

Não podemos perder tempo!!! Que Deus os abençoe para que tenham sebedoria para ensinar a (nome da criança) e continuar ensinando (nome da criança) o caminho da Salvação. AMÉM

Fonte: tiaidalete.blogspot.com

Lição dos Primários - Ajudando os que estavam com fome

SERVIÇO
Jesus nos mostra como servi-Lo.

VERSO PARA DECORAR
“Deem-lhes vocês algo para comer.” Mateus 14:16, NVI.

REFERÊNCIAS
Mateus 14:13-21; Marcos 6:30-44; João 6:1-13; O Desejado de Todas as Nações, p. 364-371.

OBJETIVOS
A criança deverá:

SABER que servir envolve suprir as necessidades das pessoas.

SENTIR desejo de servir a outros física e espiritualmente.

RESPONDER ajudando alguém de modo específi co nesta semana.

MENSAGEM CENTRAL

Sirvo a Jesus quando ajudo a satisfazer as necessidades de outros.

RESUMO DA LIÇÃO

Jesus foi a um lugar deserto para fi car a sós com Seus discípulos. Mas cinco mil homens, além de mulheres e crianças, foram ao Seu encontro. Jesus Se compadeceu deles, curou os doentes e pregou sobre o reino de Deus. Aproximou-se o entardecer e Jesus pediu que os discípulos providenciassem algo para aquelas pessoas comerem, pois deviam estar com fome.
André trouxe a Jesus o lanche de um menino, que consistia de cinco pãezinhos e dois peixes. Jesus abençoou os pães e peixes. Seus discípulos os distribuíram às pessoas e todas elas comeram até fi carem satisfeitas. Depois, ainda foram recolhidos 12 cestos cheios de sobra de alimento. Esta lição fala sobre serviço. Jesus pede que mostremos o mesmo interesse que Ele demonstrou pelas necessidades físicas e espirituais das pessoas. Quando suprimos as necessidades de outras pessoas, estamos servindo a Ele.

1 - ATIVIDADES PREPARATÓRIAS


Escolher uma ou mais atividades que se adaptem melhor à situação da classe.

A. Peixes em Abundância

Você Precisará de:


- cópias da corrente de peixes (VER ANEXO)
- tesouras
- Material para enfeitar

Com antecedência, fazer cópias da corrente de peixes para cada criança. Distribuir as cópias e pedir que recortem com cuidado, deixando sem recortar as barbatanas nas dobras. Abrir para ver uma abundância de peixes ligados um ao outro pelas barbatanas.

Analisando

Vocês gostaram de fazer os peixes? (Sim.) Podem lembrar-se de alguma história bíblica que menciona peixes? (Aceitar respostas.) Na história bíblica de hoje, dois peixinhos se tornaram muito importantes. Essa história de peixes nos mostra que (dizer juntos a mensagem):

SIRVO A JESUS QUANDO AJUDO A SATISFAZER AS NECESSIDADES DE OUTROS.

2 - LIÇÃO BIBLICA
Vivenciando a Lição

Montagem do cenário: Preparar com antecedência, uma cesta pequena com cinco pães e dois peixes, e uma cesta maior cheia de pães e peixes [se quiser pode fazer os pães e os peixes com massa de biscuit (ver receita abaixo)]. Esconder as duas cestas por perto até o momento de usá-las.

Massa de Biscuit

2 xícaras (chá) de amido de milho
2 xícaras (chá) de cola branca Cascorez rótulo azul
2 colheres (sopa) de vaselina líquida
1 colher (sopa) de limão
1 colher (sopa) de creme para mãos, não gorduroso, para sovar a massa

Misturar todos os ingredientes. Levar ao micro-ondas por 1 minuto, tirar, mexer e levar novamente por mais 1 minuto, aproximadamente. Mexer novamente e, se ao mexer a massa, a mesma vier na colher, mas embaixo ainda estiver mole, este é o ponto ideal. Retirar do forno e colocar sobre um mármore untado com o creme. Sovar como se fosse uma massa para pão. Mesmo que a massa ainda grude nas mãos, continuar sovando até que ela fique firme e com a tonalidade mais branca. Depois que a massa estiver pronta, separar as porções e tinjir com tinta de tecido na cor desejada. Sovar a massa até que a tinta fique bem uniforme. Colocar em sacos plásticos, retirar todo o ar e guardar em recipiente bem fechado.

Por favor, sentem-se aqui neste tapete (ou coberta). Hoje nós temos um convidado especial em nossa classe de Escola Sabatina. Vamos imaginar que ele se chama André e que era um dos discípulos de Jesus.

André: É um prazer estar aqui com vocês, meninos e meninas. Quero contar a vocês a respeito de um dia muito feliz em minha vida quando trabalhei com Jesus – o dia em que Jesus alimentou 5.000 homens, além de mulheres e crianças. Uma grande multidão se reuniu para ouvir Jesus e vê-Lo curar os doentes. Jesus pregou durante muitas horas, partilhando o amor de Deus com as pessoas. A manhã passou depressa, chegou o meio-dia e não demoraria para o dia terminar. Jesus continuava falando. O estômago de muita gente já estava roncando de fome. Nós, discípulos, ficamos preocupados. Sabíamos que quando as pessoas estão com fome podem também ficar muito mal-humoradas e, além disso, nós estávamos cansados e com fome também.
– Jesus – dissemos –, mande as pessoas para casa. Não há comida aqui. Elas podem voltar amanhã.
Jesus também estava cansado e com fome. Mas Ele tinha muita coisa para falar ao povo. Havia ainda pessoas doentes que precisavam ser curadas. Ele simplesmente nos disse:
– Deem-lhes vocês algo para comer.
Nós olhamos para a grande multidão – havia mais pessoas do que podíamos contar.
– É necessário o salário de oito meses de trabalho para comprar alimento suficiente para todos!
–respondemos. Mas comprar alimento não era o que Jesus tinha em mente. Não precisamos de muito dinheiro para servir a Deus. Jesus provou isso através do que fez em seguida. Eu encontrei um menino que desejava partilhar seu lanche, que consistia de dois peixinhos e cinco pãezinhos. (André levanta a cesta pequena contendo dois pães e cinco peixes; a cesta grande ainda fica escondida.)
Aquilo era justamente o que Jesus precisava. Todos se assentaram. E Jesus abençoou o lanche do menino, dizendo (pedir que as crianças fechem os olhos para a oração):
– Muito obrigado, Meu Pai, por este alimento.
(Durante a oração, trocar as cestas, pegando a cesta maior cheia. Quando as crianças perceberem a diferença, peça que imaginem a reação da multidão à volta de Jesus ao verem o que acontecera em seguida.)
Jesus então deu a cesta a nós, discípulos, e começamos a repartir o alimento – primeiro com o menino depois com cada pessoa que se encontrava ali. Havia muito alimento, suficiente para todos.
– Aqui está um pedaço para você... e para você... e para você – dizíamos nós. O menino que partilhara seu lanche com Jesus ficou espantado e feliz por poder dividir seu lanche com tanta gente. E vocês sabem quantos cestos de alimento sobraram? (Contar até doze junto com as crianças.) Doze cestos de sobra de alimento é muita coisa! Se o lanche de um menino pôde alimentar mais de cinco mil pessoas, o que Jesus pode fazer com alguma coisa sua? Quando vocês partilham seu alimento, roupas, brinquedos ou dinheiro com os necessitados, é como se os partilhassem com Jesus.

Analisando

De que parte da história de André vocês mais gostaram? (Aceitar respostas.) Se vocês fossem o menino que partilhou seu lanche, como se sentiriam? (Surpresos, felizes, contentes por haver partilhado com Jesus, etc.) Que tipo de fome as pessoas podem sentir? (Fome de alimento; fome de amizade; fome da Palavra de Deus, etc.) Você conhece alguém que tem algum desses tipos de fome? (Aceitar respostas.) Há alguma coisa que vocês podem fazer para satisfazer a necessidade dessa pessoa? (Aceitar respostas.) Vamos dizer juntos a nossa mensagem:

SIRVO A JESUS QUANDO AJUDO A SATISFAZER AS NECESSIDADES DE OUTROS.

Verso Para Decorar

Com antecedência, escrever o Verso Para Decorar (“Deem-lhes vocês algo para comer.” Mateus 14:16) em um pedaço de papel, envolvê-lo em papel-manteiga. Então, fazer um corte na parte inferior de um pão caseiro e colocar o rolinho de papel dentro do pão. Com as crianças à sua volta, partir o pão ao meio com a mão e tirar de dentro dele o rolinho de papel com o Verso Para Decorar. Repetir o verso com as crianças várias vezes. (Se achar conveniente, dar um pedacinho do pão para cada criança.)

Estudo da Bíblia

Escrever os seguintes textos nos recortes de peixes ou de pães e colocá-los em uma cesta. Deixar que, uma de cada vez, as crianças peguem um recorte da cesta e achem o texto em sua Bíblia para descobrir exemplos/histórias de Deus provendo alimento para as pessoas.

Marcos 8:6-10 (alimentando mais de 4.000)

1 Reis 17:2-6 (Elias)

2 Reis 4:1-7 (Eliseu)

Deuteronômio 8:16 (maná)

Analisando

O que todas essas pessoas tinham em comum? (Todas necessitavam de alimento e Deus o proveu de maneira maravilhosa.) Como Deus pode usar você para prover alimento para uma pessoa ou família em necessidade? (Os pais e você podem comprar ou cultivar alguma coisa e dar a essa pessoa.) Vocês já receberam alimento de alguém quando necessitavam? (Sim; não.) Como se sentiram quando o receberam? (Agradecidos.) Quando vocês ajudam aos necessitados, a quem estão também ajudando? Vamos ler Mateus 25:40. (Ajudar as crianças a encontrar o texto e o lerem na própria Bíblia. Elas estarão ajudando a Jesus.) Vamos dizer nossa mensagem para hoje novamente:

SIRVO A JESUS QUANDO AJUDO A SATISFAZER AS NECESSIDADES DE OUTROS.
 
3 - APLICAÇÃO DA LIÇÃO

O Que Possuo?

Dar a cada criança uma folha de papel. Para ajudar os necessitados, o que vocês possuem que gostariam que Jesus multiplicasse? Orientar as crianças a fazer desenhos para responder à pergunta. Alguns exemplos: roupa, alimento, dinheiro, brinquedos, talentos musicais, habilidade artística, sorriso, disposição alegre, etc.

Analisando

Como podemos dar essas coisas a Jesus para que Ele as multiplique usando-as para satisfazer a necessidades de outros?

Dinheiro > dando ofertas

roupas/alimentos/brinquedos > dando diretamente a pessoas necessitadas dando para a Assistência Social/Dorcas, dando para a ADRA

talentos musicais > cantando para louvar a Deus nos programas da igreja, em lugares públicos, nos lares, etc.

habilidade artística > enfeitando a classe da Escola Sabatina, preparando cartazes para reuniões, cartões para diferentes ocasiões e presentes ou prêmios feitos à mão

Que tal pedir todos os dias a Jesus que ajude vocês a terem disposição alegre para que possam representar bem a Jesus e fazer as pessoas felizes? Notem que quando dão algo para Jesus, não estão perdendo. Ele transformará a sua dádiva em muito mais, de modo que vocês sempre tenham para dar. Quantos de vocês querem servir a Jesus com o que Ele lhes deu para partilhar com outros? Vamos dizer juntos a mensagem de hoje:

SIRVO A JESUS QUANDO AJUDO A SATISFAZER AS NECESSIDADE DE OUTROS.

4 - PARTILHANDO A LIÇÃO
Cestinha do Amor

Com antecedência, fazer para cada criança duas partes da Cestinha do Amor, se possível em papel colorido. Fazer também para cada criança uma tira de papel colorido medindo 1 cm x 23 cm. Seguindo as instruções, montar uma cestinha com antecedência, para treinar.
Distribuir o material e ajudar as crianças a montarem. Pedir que as crianças dobrem cada parte nas linhas pontilhadas e depois façam cortes nas duas linhas contínuas de cada uma com o papel dobrado, formando assim três tiras dobradas, ou laçadas, em cada uma das peças.Pegar pelas extremidades (parte arredondada) uma peça dobrada em cada uma das mãos.

Começar a entrelaçar a partir da primeira laçada, que está mais perto de você, da mão direita (ver ilustração em anexo), passando esta laçada fechada por dentro da primeira laçada da mão esquerda, depois aberta por fora da segunda laçada e finalmente fechada por dentro da terceira laçada da mão esquerda. Com a segunda laçada da mão direita fazer o oposto do que foi feito com a primeira, passando essa laçada primeiramente aberta por fora da primeira laçada da mão esquerda, depois fechada por dentro da segunda e finalmente aberta por fora da terceira laçada da mão esquerda. Passar a terceira laçada da mão direita, que está mais longe de você, como fez com a primeira laçada no segundo passo. Então, puxar levemente as extremidades arredondadas para acertar os lados e o fundo da cesta. Abrir a cesta e colar a tira de papel colorido por dentro da parte central, junto ao encontro das duas peças, fazendo assim uma alça na cestinha. Colar também a união das duas peças onde vai a alça e um dos lados da cestinha que ficou aberto por fora porque a primeira laçada terminou por dentro.
Dar a cada criança um recorte de peixe. Pedir que escrevam nele o nome de algo que gostariam de partilhar com outros. Depois, dar a cada uma um recorte de pão e pedir que escrevam nele o nome de alguém com quem gostariam de partilhar. As crianças podem decidir preencher mais de um recorte de pão e peixe e ajudar a mais de uma pessoa. Coisas que elas podem partilhar incluem: brinquedos com amigos; pertences pessoais com irmãos e irmãs; tempo para fazer algo para o papai ou a mamãe; tempo para alimentar pessoas desabrigadas junto com um grupo da igreja, etc. Durante a semana elas podem encher a Cestinha do Amor com algum alimento como passas e castanhas e dar a uma das pessoas a quem desejam ajudar.

Analisando

Como vocês executarão seu plano de partilhar? (Permitir que cada criança comente seu plano de partilhar para a nova semana.) A cestinha tem o formato de coração. O que isso nos faz lembrar? (Que devemos servir aos outros com amor.) De que se lembrarão durante a semana? Dizer juntos a mensagem:

SIRVO A JESUS QUANDO AJUDO A SATISFAZER AS NECESSIDADES DE OUTROS.

5 - ENCERRAMENTO
Cantar juntos “A Multiplicação dos Pães” (ver p. 107, CD faixa 20). Convidar uma das crianças para orar pedindo que Deus ajude todas as crianças a servirem a Jesus, procurando satisfazer as necessidades de outros durante a nova semana.

6 - ANEXOS



Modelo da cestinha pronta

Clique na foto para ampliá-la e salve em seu computador para imprimir.

Dia do Amigo

Desejo um dia repleto de bençãos e alegrias para todos os meus amigos e todos aqueles que passam e visitam este espaço.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Agradecimento


Muito obrigada a todos vcs que me visitam e fazem com que eu perceba que este trabalho ajuda a muitas professoras.


Nem mesmo eu acredito que em tão pouco tempo já tive mais de 1000 acessos.

A Deus toda honra e glória!

Lição dos Primários - Agua Viva?

SERVIÇO
Jesus nos mostra como servi-Lo.

VERSO PARA DECORAR

“Quem beber da água que Eu lhe der nunca mais terá sede.” João 4:14, NVI.

REFERÊNCIAS

João 4:1-42; O Desejado de Todas as Nações, p. 183-195.


OBJETIVOS

A criança deverá:

SAB ER que Jesus deseja salvar a todos, a despeito de religião, cultura ou etnia.

SEN TIR o desejo de fazer amizade com pessoas de diferentes grupos étnicos.

RESPONDER fazendo uma nova amizade nesta semana.

MENSAGEM CENTRAL

Jesus é amigo de todos.

RESUMO DA LIÇÃO

Viajando através de Samaria com Seus discípulos, Jesus quebrou um duplo tabu e pediu água a uma mulher samaritana. Por Suas ações e pela conversação, ela fi cou convencida de que Ele era o Messias e se apressou em buscar todas as pessoas de sua cidade para se encontrarem com Ele. Como resultado de dois dias que Jesus passou com eles, muitos samaritanos creram nEle. Esta lição fala sobre serviço. Jesus nos mostrou como nos aproximarmos de outras pessoas. Como Ele, devemos desenvolver relações amistosas com todas as pessoas e respeitá-las como fi lhas de Deus ao partilharmos a mensagem da salvação com elas.

1. ATIVIDADES PREPARATÓRIAS

Você vai precisar de:
1 aparelho de CD e um CD de musica.

B. Diferenças e Semelhanças


Tocar algum instrumento ou ligar o aparelho de CD. Parar a música repentinamente e pedir que as crianças formem grupos de acordo com: cor do cabelo, cor dos olhos, cor da roupa que estão vestindo, etc. Repetir a atividade usando as várias características.

Analisando

Mesmo em nosso pequeno grupo somos diferentes uns dos outros. Em que somos diferentes? (Cor de cabelo, dos olhos, da roupa, etc.) Em que somos iguais? (Falamos o mesmo idioma, vamos à mesma igreja, etc.) Jesus nos fez todos diferentes, mas igualmente especiais para Ele. Vamos dizer juntos:

JESUS É AMIGO DE TODOS.


LIÇÃO BIBLICA
Vivenciando a Lição

Usar o mesmo poço preparado para as Boas-vindas. Pedir para as crianças se sentarem em volta do poço enquanto você conta a história.

Palavras:                                                                                    Ações:

água ou beber                                                                           despejar água de uma jarra na outra

Ajudar as crianças a entender que Jesus criou e ama todas as pessoas diferentes, mas igualmente preciosas. Ele ama a todos.

Certo dia, Jesus e Seus discípulos estavam caminhando através de Samaria, um país diferente da Judeia onde Jesus nascera. Os judeus e os samaritanos não gostavam uns dos outros. Eles nunca conversavam entre si. Os samaritanos eram diferentes dos judeus. Tinham uma religião diferente, e também falavam com sotaque diferente. Você conhece alguém que fala o mesmo idioma que você, mas com sotaque diferente?
À entrada de Sicar, Jesus Se assentou junto a um poço. Ele estava cansado, com fome e com muita sede. Seus discípulos tinham ido à cidade comprar alimento. No calor do dia, todos os samaritanos permaneciam dentro de casa. Mas, enquanto Jesus estava ali, apenas uma mulher veio buscar água. [Despejar água de uma jarra na outra.]
– Você pode Me dar um pouco de água para beber? [despejar água de uma jarra na outra] – perguntou Jesus.
A mulher olhou em volta. Este judeu realmente está falando comigo?, pensou ela. Por que um judeu falaria com uma samaritana? Eles nunca falam conosco!

– Você não deve me pedir água [despejar água de uma jarra na outra] – respondeu a mulher, virando-se para voltar para a cidade.
– Se você Me pedisse água [despejar água de uma jarra na outra] – disse Jesus –, Eu não recusaria dá-la a você. Eu lhe daria água [despejar água de uma jarra na outra], e você nunca mais sentiria sede. A mulher escutou. Nunca mais teria sede? Esqueceu-se de que não devia falar com um judeu. Tudo em que podia pensar era sobre a água [despejar água de uma jarra na outra] – pura e cristalina. Ela desejava aquela água [despejar água de uma jarra na outra] especial a fim de nunca mais sentir sede.
Então, Jesus explicou. A água [despejar água de uma jarra na outra] a que Se referia era realmente a vida eterna, que recebemos quando cremos nEle e escolhemos segui-Lo. A mulher creu em Jesus. Depressa, ela retornou à cidade a fim de trazer outras pessoas para receberem também da água [despejar água de uma jarra na outra] que Jesus prometera. Jesus permaneceu em Sicar durante dois dias, dando a água [despejar água de uma jarra na outra] da vida a todas as pessoas dali. Para Jesus não importava que as pessoas fossem diferentes dEle. Não importava que tivessem uma religião diferente. Não importava que os judeus não gostassem deles. Jesus ama todas as pessoas do mundo. Todos podem ser amigos de Jesus, não importa onde vivam ou que aparência tenham. Ele deseja que façamos novos amigos para Ele, não importa quão diferentes sejamos. Agora, vamos pensar um pouco sobre uma gota de água [despejar água de uma jarra na outra]. Há algo especial nela. Se você a segurar contra a luz do sol ela não será mais transparente, mas exibirá todas as cores do arco-íris, assim como um prisma. O arco-íris é formado pela luz solar brilhando através das gotas de chuva. Quando permitirmos que a luz de Deus penetre em nossa vida, apreciaremos todas as diferentes cores das pessoas do mundo. Sua água [despejar água de uma jarra na outra] da vida é para todos nós.

Analisando

Como vocês se sentem quando estão junto de uma pessoa que tem a cor da pele diferente da sua, ou fala um idioma diferente? (Aceitar respostas.) Como Jesus gostaria que vocês agissem? (Ele quer que as amemos e as aceitemos.) Quando se encontrarem com alguém que é diferente de vocês, de que se lembrarão? Vamos responder dizendo nossa mensagem:

JESUS É AMIGO DE TODOS.
 

ESTUDO DA BIBLIA


Pedir que as crianças procurem em suas Bíblias os textos a seguir e leiam para descobrir que tipos diferentes de pessoas Jesus considerou Seus amigos:

João 4:7-10 (mulher samaritana)

Lucas 17:12 (leprosos)

Lucas 19:2-5 (Zaqueu)

Mateus 11:19 (coletor de impostos)

Lucas 8:1, 2 (Maria Madalena)

Mateus 8:28 (endemoninhados)

Mateus 10:2-4 (Judas)

Mateus 19:14 (crianças)

Analisando

Por que será que todos esses diferentes tipos de pessoas tiveram coragem de ir a Jesus? (Porque Ele fez com que se sentissem aceitas; Ele as amou, não Se importando com quem eram ou o que faziam.) Como vocês se sentem quando estão com pessoas que são diferentes de vocês? (Bem; às vezes pouco confortáveis, etc.) Qual é uma das razões por que devemos ser amigos de pessoas diferentes de nós? (Para ajudá-las a encontrarem Jesus; para animá-las.) Vamos dizer nossa mensagem para hoje novamente:

JESUS É AMIGO DE TODOS.
 
3. APLICAÇÃO DA LIÇÃO


Cego a Diferenças

Há muitos motivos para decidirmos se gostamos ou não das pessoas. Quais são algumas das coisas que olhamos ao decidir se queremos ser amigos de alguém? (roupas, cabelo, brinquedos, dinheiro, inteligência, etc.) O que aconteceria se não permitíssemos que essas coisas fizessem diferença? Nós podemos ser “cegos” a essas coisas. Deixar as crianças colocarem as vendas sobre os olhos; então separá-las de duas em duas e deixar que conversem uma com a outra (sem perguntar o nome). Pedir que adivinhem com quem estão falando.

Analisando

Como vocês se sentiram ao conversar com alguém que não podiam ver? (Bem; preferíamos ver a pessoa, etc.) O que vocês aprenderam com essa experiência? (Que o que importa é quem somos interiormente. O que vemos exteriormente não é o mais importante.) Como vocês planejam olhar para as pessoas de hoje em diante? (Quero lembrar-me de que todas as pessoas são especiais, não importa sua aparência nem de onde vieram.) Vamos repetir a mensagem de hoje:

JESUS É AMIGO DE TODOS.
 

4. PARTILHANDO A LIÇÃO
Recursos Para Partilhar Jesus

Procurar descobrir instituições como orfanatos, asilos, clínicas e outros lugares onde possa ser distribuída literatura cristã a fim de partilhar a mensagem do amor de Jesus e alegrar as pessoas. Combinar com a direção das instituições uma data para sua visita com as crianças levando literatura. Preparar um recado para enviar aos pais de cada criança conforme o modelo abaixo, adaptando-o à sua situação:

Prezados pais e mães:
Nossa classe de Escola Sabatina dos Primários está ajuntando literatura cristã como revistas, folhetos e livros para distribuir em (nome da instituição), a fim de partilhar a mensagem do amor de Jesus com outras pessoas e proporcionar-lhes alguma alegria. Por favor, colabore com nosso projeto enviando alguma literatura com seu filho no próximo sábado. Muito obrigado!
Diretoria da Escola Sabatina dos Primários

Analisando

Nós vamos distribuir a literatura que vocês trouxerem no próximo sábado em (nome da instituição). As pessoas daquele lugar são diferentes de nós? (Aceitar respostas.) Como vocês se sentem quando ajudam alguém que tem necessidades que vocês podem suprir? (Felizes por poder ajudar.) Por que estamos fazendo essa atividade? (Porque todas as pessoas devem ter a oportunidade de aprender sobre Jesus, não importa quem são ou onde vivem.) Porque (dizer juntos):

JESUS É AMIGO DE TODOS.

5. ENCERRANDO

Orar juntos pedindo a Deus que ajude cada criança a conseguir fazer um novo amigo ou amiga para Jesus nesta semana.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Lição dos Primários - De dois em dois

SERVIÇO


Jesus nos mostra como servi-Lo.

VERSO PARA DECORAR

“Vocês receberam de graça; deem também de graça.” Mateus 10:8, NVI.

REFERÊNCIAS

Mateus 10:1-16; Marcos 6:7-13; Lucas 9:1-6; O Desejado de Todas as Nações, p. 349-358.


OBJETIVOS


A criança deverá:

SABER que Jesus lhe dá tudo o que ela precisa para servi-Lo.

SENTIR-se segura de que Jesus suprirá todas as suas necessidades ao servi-Lo.

RES PONDER servindo fi elmente a Jesus, confi ando que Ele suprirá tudo o que ela necessita.

MENSAGEM CENTRAL

Jesus me dá o que preciso para servi-Lo.

Resumo da Lição

Jesus enviou Seus doze discípulos para proclamar que era chegado o reino dos Céus. Jesus confi rmou que lhes concedeu poder para curar doentes, ressuscitar mortos e expulsar demônios. Ele lhes disse que não precisavam levar muito dinheiro ou mala cheia de roupa, nem deviam se preocupar com o que comer ou onde se hospedar. Jesus lhes disse que deviam saudar as pessoas em suas casas, procurando aquelas que desejavam ouvir sobre Ele. Jesus os relembrou de que nem todas as pessoas os aceitariam ou os tratariam com bondade. Esta lição fala sobre serviço. Jesus prometeu aos discípulos que estaria com eles e supriria suas necessidades ao partilharem Sua mensagem. Ele também está conosco ao falarmos sobre Ele a outros.

Atividades Preparatórias


Escolher uma ou mais atividades que se adaptem melhor à situação da classe.

A. Quem Sou Eu?

Com um alfinete de segurança, prender uma folha com diferentes títulos de profissionais nas costas de cada criança. Coloquei nas costas de vocês títulos de profissionais que servem a comunidade. Procurem descobrir qual é o título fazendo perguntas que podem ser respondidas com sim ou não, como: É algo que posso fazer com as mãos (boca, pés, etc.)? Preciso de ferramentas específicas para realizar meu trabalho?
Se as crianças tiverem dificuldade, dar algumas dicas. Quando todas descobrirem quem são, sentar-s formando um círculo.

Analisando

Vocês pensam nessas profissões como atos de serviço? (Sim; talvez.) Vocês gostariam de exercer  a profissão mencionada no papel que está em suas costas? Por quê? (Incentivar argumentação.) Em nossa lição de hoje aprenderemos a confiar que Jesus nos provê tudo o que necessitamos para servi-Lo fielmente. Repitam comigo o Verso Para Decorar. (“Vocês receberam de graça; deem também de graça.” Mateus 10:8.)

Vamos dizer juntos a mensagem de hoje:

JESUS ME DÁ O QUE PRECISO PARA SERVI-LO.

Material Necessário
Você Precisa

• alfinetes desegurança
• folhas de papel com uma das seguintes palavras:
professor, padeiro, pastor, cantor, médico, enfermeira, pintor, encanador, zelador, cozinheira, secretária, escritor (e outras profissões que achar conveniente usar)

Lição Bíblica


Vivenciando a História

Antes de começar, pedir para as crianças apontarem para cada uma das diferentes partes do corpo no momento apropriado para representar a maneira como Jesus nos equipa para fazer o que Ele nos convida a fazer. Praticar um pouco antes de começar a história, baseando-se no seguinte:
Palavras:                                                                             Ações:

ouvir, ouvindo ou ouviram                                                      apontar para os ouvidos
ver, viram                                                                              apontar para os olhos

servindo-O de todo o coração                                               apontar para o coração
seguir, segui-Lo, (O)seguissem,
seguiram(-nO ou a Jesus), enviar, enviaria)                             apontar para os pés
fazer, façamos, fizessem, curar, curem,
ressuscitar ou ressuscitem os mortos                                      apontar para as mãos
contar, falar                                                                           apontar para os lábios

Jesus pediria que fizéssemos alguma coisa que não pudéssemos fazer? Ele pediu que Pedro, Tiago e João deixassem seu trabalho de pescadores e O seguissem [pés]. Eles O seguiram [pés]. Deixaram tudo para trás e viajaram com Jesus como Seus ajudantes especiais. Jesus pediu que outros discípulos também O seguissem [pés]: Filipe, Bartolomeu, Tomé, Mateus, o coletor de impostos, Tadeu, Simão, o zelote, e o outro Tiago, filho de Alfeu. Esses homens seguiram a Jesus [pés] através de todo o Israel. Que momentos maravilhosos devem eles ter passado juntos! Ouviram [ouvidos] Jesus falar sobre o Céu. Viram [olhos] Jesus curar os doentes. Algumas vezes uma pessoa corria em direção a Jesus, tremendo e olhando fixamente como se seus olhos fossem saltar para fora. “Saia dele!”, Jesus dizia ao demônio que controlava a pessoa. Instantaneamente, ela voltava de novo ao normal. Então, a pessoa agradecia a Jesus e voltava calmamente para casa.
Os doze discípulos tinham seguido a Jesus [pés] durante vários meses. Jesus decidiu que era tempo de eles ajudarem outras pessoas. Por isso, disse que os enviaria [pés] de dois em dois. Então, lhes disse que fizessem [mãos] algumas coisas que nunca haviam sido capazes de fazer [mãos] antes.
– Digam [lábios] a todos os que encontrarem que há um lugar preparado no reino de Deus para aqueles que crerem em Mim – disse Ele. Depois acrescentou: – Curem [mãos] os doentes e os leprosos, e ressuscitem os mortos [mãos].
Ressuscitar os mortos? [mãos] Ninguém pode fazer isso. É impossível. Mas, na verdade, isso não é impossível. Quando Jesus nos pede para fazer [mãos] alguma coisa, Ele não nos pede que façamos [mãos] isso sozinhos. Ele promete Seu apoio, mesmo quando parece impossível fazer [mãos] o que nos pede. “Para Deus todas as coisas são possíveis.” Mateus 19:26, NVI. Tudo que temos de fazer [mão] é segui-Lo [pés].
Naquele dia, todos os discípulos seguiram [pés] as orientações de Jesus. Você está surpreso? Depois de muitos meses seguindo a Jesus [pés], eles sabiam que Ele os ajudaria. Poderiam fazer [mãos] qualquer coisa que Ele lhes pedisse que fizessem [mãos]. Não levaram mala nenhuma em sua viagem. Não levaram sapatos a mais nem troca de roupa.Jesus lhes disse que não se preocupassem com coisa alguma. Ele lhes daria o que necessitassempara servi-Lo. Quando ouvissem [ouvidos] os pardais, eles se lembrariam de que Ele supriria
suas necessidades.
Você é um filho ou filha de Deus. Ele pede que você O sirva de todo o coração [coração]. Prometeu cuidar de você. Qualquer coisa que você não possa fazer [mãos], Ele transformará em algo que você possa fazer [mãos] para Ele. Você permitirá hoje que Jesus ajude você a servi-Lo de todo o coração [coração]?

Analisando

Como vocês se sentiriam se Jesus lhes pedisse que curassem doentes e ressuscitassem mortos?(Surpresos.) Por que acham que Jesus decidiu enviar os discípulos por conta própria? (Para que aprendessem a confiar mais nEle; para que Ele pudesse ajudá-los a aprender através dos próprios erros.) Se Jesus pedir que vocês façam alguma coisa para Ele, o que vocês farão? (Confiaremos que Ele estará conosco e nos suprirá o que necessitarmos para fazê-lo.) Vamos dizer juntos nossa mensagem:

JESUS ME DÁ O QUE PRECISO PARA SERVI-LO.
 
Verso Para Decorar IL: Tyndale House Publishers, Inc., 1994, p. 212.



Escrever em uma folha de papel as palavras do Verso Para Decorar. Dar esse papel a uma criança e pedir que ela se dirija a outra criança e diga: “(nome da criança), você recebeu de graça; dê também de graça” (Mateus 10:8). Aquela criança então pega o papel e se dirige a outra criança. Continuar até que todas as crianças tenham a oportunidade de dizer o verso dessa forma.


Estudo da Bíblia


Pedir que as crianças se revezem na leitura da história bíblica de hoje em suas Bíblias, verso por verso (Mateus 10:1-16). Vocês podem lembrar-se de outros personagens bíblicos a quem Deus supriu o que necessitavam para servi-Lo? (Aceitar respostas.) Tenho aqui outras ideias. Escrever os nomes e textos em um papel ou quadro onde todos possam ver. Ler ou pedir que leiam em voz alta os textos, tanto quanto o tempo permitir(Escolha um dois textos). Pedir que as crianças digam o que Deus deu a cada uma das pessoas mencionadas.

Moisés (Êxodo 4:10-12)
Samuel (1 Samuel 3:8)
Josué (Josué 1:1-5)
Gideão (Juízes 6:36-40)
Maria e José (Mateus 1:18-21)
Saul (Atos 9:17-19)


Analisando


Como essas histórias bíblicas impressionam vocês acerca de servir a Jesus? (Dando-nos coragem, mesmo quando sentimos que não podemos servi-Lo bem.) Que coisas vocês aprenderam ao ler esses textos? (Aceitar respostas.) De que vamos nos lembrar? Vamos dizer juntos nossa mensagem:

JESUS ME DÁ O QUE PRECISO PARA SERVI-LO.
 
Aplicação da Lição



Você Pode Fazer Isso?

Por favor, levante a mão quem acha que consegue dobrar ao meio essa folha de papel (ou guardanapo) mais de sete vezes. (Aguardar o levantar de mãos.) Perguntar: Vocês gostariam de experimentar? (Escolher um dos voluntários.) Essa criança não conseguirá fazê-lo porque o papel fica muito grosso e não se consegue dobrar ao meio mais de sete vezes. – Adaptado de Kathie Reimer, 1001 Ways to Help Your Child Walk With God, Wheaton,

Analisando


Às vezes pensamos que não podemos fazer algo que Jesus pede para fazermos. Parece ser muito difícil. Há um verso na Bíblia que contém uma mensagem muito especial a respeito de como obter forças necessárias para servir a Jesus. Pedir que uma criança procure e leia Filipenses 4:13. Adultos devem ajudar a criança a encontrar o texto na Bíblia, se necessário. Quem nos dará o que necessitamos para servir a Jesus? (Deus, Jesus.) Na próxima vez que você sentir que não é forte suficiente para servir a Jesus, do que vai se lembrar? Ler juntos Filipenses 4:13, seguido da mensagem de hoje:

JESUS ME DÁ O QUE PRECISO PARA SERVI-LO.
 
Partilhando a Lição


Servindo ao Partilhar

Um modo de receber o que necessitamos para servir a Jesus é partilhando-O com outras pessoas. Nesta semana falem a alguma pessoa que Jesus a ama e deseja suprir o que ela necessita para servi-Lo. Dividir as crianças em grupos com um adulto para orientá-las, e pedir que cada grupo prepare uma mensagem baseada em Filipenses 4:4, 13 e 19, enfatizando que Jesus supre todas as nossas necessidades. As crianças devem decidir para quem enviarão a mensagem. Depois, devem planejar a entrega, e no próximo sábado dizer à classe como foi a experiência.

Analisando

Vocês escolheram alguém com quem partilhar sua mensagem especial? (Aceitar respostas.) Como vocês acham que sua mensagem fará a pessoa sentir-se? (Encorajar troca de ideias.) Nesta semana procurem descobrir outras maneiras de partilhar Jesus, e lembrem-se de nossa mensagem:

JESUS ME DÁ O QUE PRECISO PARA SERVI-LO.
 
Sugestão de desenhos para os cartões
 







Fonte: Apostila dos Primários 3º Bimestre de 2010; Desenhos site Google

ESCOLA SABATINA 13º SÁBADO/ 2º TRIM - ANO B

PROGRAMA SUGERIDO PELA PROFESSORA JOSIANE DE ALMEIDA MACÊDO FLORÊNCIO DA ASSOCIAÇÃO MATO GROSSENSE / UCOB Objetivo: Refletirmo...

Mais Populares