sexta-feira, 26 de maio de 2017

ESCOLA SABATINA 13º SÁBADO/ 2º TRIM - ANO B




PROGRAMA SUGERIDO PELA PROFESSORA JOSIANE DE ALMEIDA MACÊDO FLORÊNCIO DA ASSOCIAÇÃO MATO GROSSENSE / UCOB

Objetivo: Refletirmos sobre a importância de vivermos em comunidade, adorando Deus de forma genuína e com a certeza que a vida eterna está acessível a cada um de nós através de Sua graça.

Cenários: Fazer três cenários de acordo com as histórias que serão encenadas e colocar em cada cenário uma placa com os temas de cada lição: COMUNIDADE, ADORAÇÃO E GRAÇA. As professoras narrarão as histórias enquanto as crianças encenarão como personagens e/ou também vestidas de animaizinhos com mascara de urso, ovelhas e leões.

Momento de louvor: Hinos que são cantados na E.S. do M.C com participação das crianças e um adulto dirigindo

Oração:

Boas vindas e introdução: (Adulto)
Cumprimentar a congregação e introduzir a parte a seguir:

Durante este trimestre nossas crianças estudaram histórias relacionadas aos temas: comunidade, adoração e graça. E hoje nós vamos partilhar algumas das lições que aprendemos durante este trimestre.
A primeira mensagem que vamos aprender é sobre a Comunidade.
 Como podemos viver em comunidade?
Na comunidade cristã, honramos a Deus quando mostramos respeito por outras pessoas independentemente de idade, onde vivem ou qual seja sua profissão. Todos nós somos filhos de Deus.
Davi era um pastor fiel e leal. Ele tinha interesse especial pelas ovelhas confiadas ao seu cuidado. Ele era obediente e carinhoso para com seu pai. Davi demonstrava seu caráter na maneira como se comportava no relacionamento com a família. Nós somos chamados a ser carinhosos com nossos familiares e também obedientes.

1° Lição: Comunidade (Professora e a turma do rol do berço)

Davi era um pastorzinho, ele cuidava das ovelhinhas de seu pai. Davi foi um menino muito obediente e fazia e cuidava com  carinho e amor das ovelhinhas do seu pai. O rapaizinho Davi dava água e pasto verdinho para elas. Como Davi amava a suas ovelhinhas. Por que será que Davi amava as suas ovelhinhas? Por que foi Deus quem as fez. Vamos cantar a musica:

Quem fez as ovelhinhas, as ovelhinhas, as ovelhinhas
Quem fez as ovelhinhas, as ovelhinhas, as ovelhinhas foi o papai do céu.

Foi Deus que fez as ovelhinhas, por isso que Davi cuidava delas com muito carinho.
O pastorzinho Davi era muito corajoso. Quando um leão chegava perto das suas ovelhas ele pegava sua funda e girava e girava lançava pedras no leão e ele ia embora. E quando o urso se aproximava também ele mandava o urso embora.
Enquanto as ovelhinhas estavam pastando Davi tocava a sua harpa.
Cantar a musica: Uma harpa fez Davi...
E no fim do dia Davi levava as ovelhas para o aprisco pra que elas dormissem seguras.
Davi realizava o trabalho da maneira que seu pai o havia ensinado, sabe por que crianças?
Por que o rapazinho Davi era obediente.
Vamos falar nosso verso áureo: Filhos obedeçam a seus pais em tudo.

A primeira mensagem dessa manhã é:

Para vivermos em comunidade nós devemos respeitar uns aos outros.

Informativo: Juvenis

Ofertas:

Introdução da 2º parte: (Adulto)

A adoração  faz parte da sua vida?
O que é adorar a DEUS. Existe varias maneiras de adorarmos a Deus, e uma delas é através da oração.
Quando oramos e nos colocamos nas mãos de Deus, nós estamos O adorando.
Daniel adorava a Deus e sabia que Deus estaria com ele.
Vamos ouvir a história a seguir.

2° Lição: Adoração (Professora com a turma do jardim da infância)

  Daniel era um dos ajudantes mais importantes do rei Dario. Alguns dos outros
ajudantes ou príncipes não gostavam de Daniel. Eles cochichavam secretamente entre
si [sussurrar]:
– Vamos observar Daniel cuidadosamente para ver se podemos envolvê-lo em dificuldade.Vamos pegá-lo fazendo alguma coisa errada.
– Tenho um novo plano! – anunciou um dos príncipes. Eles se juntaram, trocaram
ideias, e então foram conversar com o rei.
– Vamos à sala do trono. [Levar as crianças para a sala do trono já preparada.]
– Ó, rei Dario, vive para sempre! – disseram os príncipes, inclinando-se demoradamente
[inclinar-se]. – Achamos que seria uma boa ideia o rei fazer uma nova lei. Essa
lei deve dizer que durante os próximos 30 dias todo o povo do seu reino deve fazer
petições somente ao rei. – Então, os príncipes continuaram explicando que se alguém desobedecesseà lei do rei, devia ser jogado na cova dos leões.
O rei Dario sorriu. Ele gostou da ideia de ter o povo se inclinando perante ele. Essa lei pareciaboa. Por isso, o rei disse:
– Por favor, escrevam isso. Será uma lei, e nossas leis não podem ser mudadas.
Ao saírem do palácio, os príncipes deram risada.
– Agora, podemos pegar Daniel! Ele nunca faz petições a ninguém, só ao seu Deus. – Elesconheciam Daniel muito bem. Sabiam que ele desobedeceria à ordem do rei. Tinham certeza de que ele continuaria orando ao seu Deus.
Aonde vocês acham que eles foram quando saíram do palácio? Isso mesmo, à casa de Daniel.[Ir à janela ou desenho de janela.]
Quando Daniel chegou em casa, fez exatamente aquilo que costumava fazer. Alguém pode me mostrar o que ele fez? [Pedir que as crianças se ajoelhem perto da janela ou desenho de janela.] A Bíblia diz [abrir a Bíblia e ler]: “Ali fez o que costumava fazer: Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus” (Daniel 6:10).
Logicamente, os príncipes encontraram Daniel orando ao seu Deus. Todos eles foram correndo de volta ao palácio e contaram ao rei [voltar à sala do trono]:
– Daniel não deu nenhuma atenção à lei que o rei fez. Ele continua orando ao seu Deus.
Quando o rei ouviu isso, ficou muito aborrecido. Só então compreendeu que os príncipes haviam sugerido que fizesse aquela lei apenas para acusar Daniel. Mas o rei tinha assinado a lei. E ela precisava ser cumprida. Não podia ser mudada. O rei teria que colocar Daniel na cova dos leões.Muito entristecido, o rei Dario caminhou com Daniel até a cova dos leões. Agora compreendia que havia sido enganado. Ele gostava de Daniel e não queria que ele fosse ferido. Antes de Daniel ser lançado na cova dos leões, o rei disse:
– Que o seu Deus, a quem você serve continuamente, o livre!Eu não sei se o rei Dario acreditava que o Deus de Daniel poderia salvá-lo. Ele amava Daniel e gostaria muito que alguém o salvasse dos leões famintos.Como vocês acham que Daniel se sentiu dentro da cova com os leões? Vamos entrar juntos na cova de leões que fizemos aqui? [Entrar na cova de leões com as crianças. Pedir que todas fechem os olhos.]
Está escuro? É mesmo. Eu acho que a cova dos leões era escura. [As crianças podem então, abrir os olhos.] Havia uma pedra muito grande na entrada da cova, por isso, os leões não podiam sair de lá.
Daniel também não podia escapar dali. Vocês podem pensar em alguma outra coisa a respeito da cova dos leões que vocês não apreciariam? Provavelmente, cheirasse mal, não é? Agora, vamos colocar algo como juba de leão nas mãos e vamos fazer de conta que nossas mãos são leões enquanto nós rugimos como leões. [Dar uma juba a cada criança e mostrar como usar.] Vocês podem rugir forte como leões grandes? Ou rugir como leões pequeninos? Podem rugir como leões famintos? Vocês acham que os leões rugiram naquela noite? Podem ter rugido muito, mas não tocaram em Daniel. [Pedir que as crianças rujam, mas não encostem umas nas outras.] Talvez os leões nem tivessem rugido naquela noite. Podem ter ficado quietinhos a noite inteira. Sabem por quê? Jesus enviou um anjo à cova dos leões. Ele cuidou de Daniel. O anjo fechou a boca dos leões. [Se algumas crianças ainda estiverem rugindo, você pode dizer que era muito difícil rugir com a boca fechada. Por isso, é possível que tivessem ficado bem quietos.] Será que Daniel orou naquela noite ali na cova dos leões? Eu tenho certeza de que ele orou. Daniel sabia conversar com Deus, mas o rei não sabia. O rei Dario ficou preocupado a noite inteira. Nem conseguiu comer na hora do jantar. Não quis ouvir música. E não conseguiu dormir. Finalmente, quando o Sol começou a surgir no horizonte e o dia amanheceu, o rei trocou de roupa e correu até a cova dos leões.
– Daniel! Será que o seu Deus pôde livrá-lo dos leões? – o rei perguntou.
– Ó, rei, vive para sempre! Meu Deus enviou o Seu anjo, que fechou a boca dos leões! – Daniel respondeu: O rei Dario ficou muito contente! Mandou que tirassem Daniel da cova dos leões. Todos olharam para Daniel. Talvez tivessem pedido que ele desse uma volta para ver se não tinha nenhum ferimento. [Pedir que as crianças deem uma volta.] Ele não tinha nenhum arranhão! Os leões nem encostaram nele! Era incrível! O rei ficou tão feliz que voltou ao palácio e escreveu uma carta a todas as pessoas do reino. Vocês querem saber o que dizia a carta? “O Deus de Daniel é o Deus vivo! Ele livra e salva Seu povo. Deus livrou Daniel do poder dos leões.” Eu acho que aquele rei não só ficou sabendo que o Deus de Daniel era um grande Deus, mas também ficou sabendo que ele mesmo podia conversar com esse grande Deus.

Vamos repetir a mensagem que aprendemos com essa lição:

Adoramos a Deus quando oramos.

Introdução da lição:( Adulto)

Vamos recapitular as mensagens que aprendemos hoje:
           
Para vivermos em comunidade nós devemos respeitar uns aos outros.
           Adoramos a Deus quando oramos.

Convido você a refletir e responder para si as seguintes questões:
A minha lealdade a Deus é tão visível como foi a de Daniel?
 Sou coerente em minha vida de oração?
Cada um sabe da sua resposta e também cada um de nós sabemos que:
Somos felizes quando adoramos a Deus.
E neste momento eu convido os professores a se colocarem em pé para adorarmos a Deus através da oração e pedirmos sua benção sobre o estudo da lição. 

Estudo da lição: (avisar o tempo que os professores terão para recapitulação)

Encerramento

Introdução, da 3º parte ( Adulto)

Deus estava prestes a levar Elias para o Céu. Eliseu, o ajudante de Elias, estava com ele
numa última visita à escola dos profetas. Eliseu estava determinado a não deixar que Elias se afastasse da vista dele. Nos últimos momentos que Eliseu esteve com Elias ele  pediu algo muito especial para Elias.
 O que será que Eliseu pedia de tão Especial.?
O que Eliseu pediu foi importante pra ele?
Será que também é importante para nós?
Vamos deixar que a história a seguir responda nossas perguntas.

3° Lição: Graça (Professora com a turma dos primários)

Era um dia especial para Eliseu [entra Eliseu], o assistente de Elias. Com Sua voz suave Deus lhe segredara que algo maravilhoso estava preparado para Elias naquele dia. Deus queria levá-lo diretamente para o Céu, sem que passasse pela morte. Esta era uma honra muito especial, que Deus havia concedido anteriormente a uma única pessoa: Enoque. [Entra Elias] Elias levaria Eliseu para acompanhá-lo em sua última viagem de visitação às escolas dos profetas. [Os dois caminham juntos até o grupo de profetas.] Eles pararam na escola de Gilgal. Elias sabia que em breve deixaria Eliseu, por isso resolveu testá-lo após a visita à escola dos profetas em Gilgal.
– Fique aqui – disse Elias. – O Senhor me mandou ir a Betel. Mas Eliseu abanou a cabeça. Ele não queria perder Elias de vista.
– “Tão certo como vive o Senhor... não te deixarei” – Eliseu respondeu. Então, os dois continuaram a viagem. [Ambos caminham em volta da sala e retornam ao grupo de profetas.] Logo, chegaram a Betel. Os profetas da escola de Betel perguntaram a Eliseu:
– Você sabe que Deus vai levar Elias hoje? [Ajudar os profetas a fazer novamente essa
pergunta.]
– Sim, eu sei – Eliseu respondeu tristemente. [Esperar até “Eliseu” repetir essas palavras.] Então, Elias decidiu testar seu assistente outra vez.
– Fique aqui – disse Elias. – O Senhor me mandou ir a Jericó. Mas Eliseu abanou a cabeça. Ele não queria perder Elias de vista.
– Tão certo como vive o Senhor... não te deixarei – Eliseu respondeu. Então, os dois continuaram a viagem. [Ambos caminham em volta da sala e retornam ao grupo de profetas.] Logo, chegaram a Jericó. Os profetas de Jericó perguntaram a Eliseu:
– Você sabe que Deus vai levar Elias hoje? [Os profetas repetem novamente essa pergunta, agora sem ajuda.]
– Sim, eu sei – Eliseu respondeu tristemente. [“Eliseu” repete essas palavras.] Mas Elias decidiu testar seu assistente mais uma vez.
– Fique aqui – disse Elias. – O Senhor me mandou ir ao Jordão. Mas Eliseu abanou a cabeça. Ele não queria perder Elias de vista.
– Tão certo como vive o Senhor... não te deixarei – Eliseu respondeu. Então, os dois continuaram a viagem. E os profetas de Jericó os acompanharam. [Eles caminham em volta da sala e retornam à frente da sala.]
Quando chegaram ao rio Jordão, Elias tirou sua capa, enrolou-a e bateu com ela na água do rio. [Elias tira a própria capa e bate na “água” – que alguém faz abrir.] A água separou-se e os dois homens atravessaram em terra seca. Do outro lado, havia chegado a hora de dizer adeus:
– O que posso fazer por você antes de ser levado? – perguntou Elias a Eliseu. Bem, Eliseu podia ter pedido dinheiro. Podia ter pedido fama. Mas, em vez disso, pediu uma
bênção especial.
– Que eu receba uma porção dobrada do seu espírito – ele respondeu. Ele sabia que a única maneira de dar continuidade ao trabalho de Elias seria com muita ajuda de Deus.
– Se você me vir quando eu for levado, você receberá esta bênção. Se não vir, não receberá
– Elias prometeu. E continuaram a caminhar. Então, de repente uma carruagem com cavalos de fogo apareceu e separou os dois homens. [Um adulto entra correndo, e carrega Elias rapidamente para fora, deixando cair a capa dele.] Elias foi levado para o Céu em um redemoinho. Eliseu exclamou: “Meu pai! Meu pai! Carros de Israel e seus cavaleiros!” Mas Elias já estava longe. Então, Eliseu viu a capa de Elias caída no chão. Ele a pegou e caminhou de volta ao rio Jordão. Enrolou a capa e bateu na água com ela, exatamente como Elias havia feito. Novamente, as águas se abriram e Eliseu atravessou em terra seca. [O grupo de profetas aplaude.] Deus realmente deu a Eliseu o dom de Seu Espírito.

Considerações finais: (Adulto)

O pedido especial de Eliseu foi que Deus desse a ele porção dobrada do espírito santo.
e através desse pedido Eliseu cumpriu a missão que Deus tinha designado a Ele.
Nós também precisamos da porção dobrada do espírito santo para cumprirmos a missão e alcançarmos a vida eterna.
Pela graça de Deus, seremos  um dia levados para o Céu, afim de viver eternamente com Ele.
Seremos trasladados sem passar pela morte, ou ressuscitados das sepulturas, quando Jesus vier para levá-los consigo ao lar.

Vamos recapitular as mensagens que aprendemos hoje:

            Para vivermos em comunidade nós devemos respeitar uns aos outros.
           Adoramos a Deus quando oramos.
A graça de Deus é o dom da vida eterna.
  
Hino final: Eu quero esse poder ( Integração Junior). Todas as crianças cantam


Oração:

ESCOLA SABATINA 13º SÁBADO/ 2º TRIM - ANO B

PROGRAMA SUGERIDO PELA PROFESSORA JOSIANE DE ALMEIDA MACÊDO FLORÊNCIO DA ASSOCIAÇÃO MATO GROSSENSE / UCOB Objetivo: Refletirmo...

Mais Populares