segunda-feira, 7 de agosto de 2017

DIA DOS PAIS - O PAI QUE CRESCE



(Sugestão enviada por Sidnéia da Silva Gonçalves e adaptada para o Site SAF)


Antes da reunião

Montar três quadros de flanelógrafo. Cortar em cartolina três faixas maiores e bem coloridas, em cada uma escrever: COMO HOMEM; COMO CRISTÃO; COMO PAI – são os três lances da escadaria. Em faixas menores escrever cada tópico a ser abordado – são os degraus de cada lance da grande escada. Atrás de cada faixa colar um pedaço de lixa (para aderir à flanela).

Introdução 


Dramatizar uma cena de programa da TV com dois personagens: a apresentadora e uma adolescente.
Apresentadora - Vamos sortear o próximo contemplado a participar do programa “Realize todos os seus sonhos”. Aqui está! - (retira um cartão de uma sacola) - O nome da grande contemplada é MARIA DA SILVA!
Adolescente (saindo dentre os assistentes e apresentando-se à frente) – Sou eu!
Apresentadora – Maria da Silva, hoje vamos realizar o seu grande sonho. O que você quer? Uma belíssima casa? Ou prefere três carros importados? Ou um helicóptero? Ou 500 mil Reais em dinheiro? Qual a sua resposta?
Adolescente (pensa um pouco e responde) – Tudo isto é muito bom, mas... o meu sonho, o que eu mais quero é UM PAI!

Dirigente da Reunião (que pode ser a própria apresentadora)


Para os filhos o maior tesouro são os seus pais: o papai e a mamãe. Se uma dessas pessoas não está presente em sua vida, ou falha em seu relacionamento, certamente uma lacuna se formará e muitos problemas acontecerão como conseqüência desta falta. Certamente, é o que está acontecendo com a adolescente que acabaram de ouvir. Mas não basta ter o nome de PAI, é preciso saber SER PAI. E, assim como os pais querem ver seus filhos crescerem, os filhos também desejam que seus pais cresçam. Cresçam como? Cresçam assimilando e incorporando em sua vida os valores morais e espirituais que foram ensinados por Jesus em sua caminhada pela terra. Esta aprendizagem é um processo que se chama santificação, e que se inicia no momento em que entregamos nossa vida a Jesus. Podemos representar este processo por uma grande escada, com três lances. Enquanto vai subido a escada, cada qual aprende a perseverar, e a perseverança produz esperança, e na jornada da vida, cada degrau representa, cada dia de um viver mais santo.


Desenvolvimento

Enquanto a mensagem vai sendo transmitida, a dirigente irá formando no flanelógrafo a escada que cada pai deve subir - o 1º lance (como homem), degrau por degrau – depois o 2º lance (como cristão), degrau por degrau – e por fim, o 3º lance (como pai).


Dirigente - Analisemos como o pai deve crescer:

1. COMO HOMEM

O pai é cidadão de seu país, presente na sociedade, e por isso deve ser:
ESPERANÇOSO – 1Co 15.19 – É um pai que se preocupa com o bem estar da esposa e dos filhos. Providencia o sustento de sua casa, preocupa-se com a educação dos filhos e com a saúde de todos, para que os seus sejam cidadãos dignos e úteis à nação. Mas o pai não está preso somente a esta vida, a esta pátria terrena. No versículo citado, vemos que nossa esperança deve estar além desta vida. Quantas vezes, você papai, disse ao seu filho, esta semana, que Jesus vai voltar? Que temos um lar no porvir?
HONESTO – Rm 13.8 – A ninguém devemos ficar devendo nada. O homem honesto paga suas contas, não engana a ninguém, e sua honestidade tem início em sua fidelidade a Deus. Ele é fiel em obedecer à Palavra, é fiel nos dízimos e ofertas.
TEMPERADO – Pv 15.1– O pai tem que ter domínio próprio. Não pode ser briguento, nem responder com ira e aos berros. Sua palavra com os filhos e com os demais deve ser agradável e temperada.
ORDEIRO – 1Co 14.40 – Como cidadão responsável, o pai deve acatar as ordens do governo de seu país, obedecer às leis civis, ser promotor da paz e da justiça, reconhecer e respeitar os direitos do próximo.
SINCERO – Sl 101.2b – Um homem que fala a verdade, que tem prazer na verdade. Que não inventa mentirinha, porém o que sai de sua boca condiz com os seus atos.

2. COMO CRISTÃO

É um homem que faz parte de uma Igreja e diante do mundo não se envergonha do evangelho, porque sabe que é o poder de Deus para a salvação de todo o que crê. Esse pai é:
MISSIONÁRIO – Pratica e ensina a seus filhos o “ide” de Jesus. É um homem que prega as boas novas. Prega com sua vida, com seus atos. Você, pai cristão, tem falado a seus filhos sobre a salvação que Jesus dá? O exercício do pai missionário começa em casa.
MODIFICADO - 2Co 5.17 – Um homem novo, modificado pelo Espírito Santo de Deus, que anda em novidade de vida, cujas ações são santas, diferentes das ações do homem do mundo. Para que seus filhos também se tornem “Novas Criaturas”, o pai tem que testemunhar que Jesus Cristo mudou o seu viver.
OBEDIENTE – Hb 5.8 - O pai, como bom cristão, obedece à lei de Deus. Permanece firme diante das tribulações e tentações deste mundo, seguindo o exemplo de Jesus, que foi obediente até a morte e morte de cruz. E ensina a seus filhos que a verdadeira felicidade está em obedecemos aos preceitos encontrados na Bíblia.
IMACULADO – Mt 5.8 / Lc 6.45– O pai precisa demonstrar que tem um coração limpo. Nunca se envolver em sujeiras e escândalos. Suas palavras devem revelar sabedoria e santidade. Nunca usar termos vãos, que não edificam.

3. COMO PAI

Como age o pai cristão? Como ele deve proceder?
ÍNTIMO – Jo 15.5 – Mostrar ao filho que, mesmo sendo uma pessoa madura, como pai ele depende de Deus, que sem Deus nada faz. Fazer o seu culto doméstico, mostrando sua intimidade com Deus. E também se tornar íntimo do seu filho, a fim de que, nos momentos difíceis, ele não procure soluções fora, mas busque o conselho de seu pai.
AMIGO - 1Pe 3.8 – Em todo tempo o pai deve se mostrar amigo de seu filho.
Procurar compreendê-lo e ser seu companheiro. Juntos devem fazer as lições da escola, passear, jogar futebol, andar de bicicleta, nadar, ir ao cinema... Não é só pai, é mais que isto: é um grande amigo! Mas para ser amigo, é preciso estar presente.
DISCIPLINADOR – Ef 6.4 – Como um pai pode criar um filho na disciplina e na admoestação do Senhor? Primeiramente, estando presente. Há muitos que acham que esta tarefa é “coisa da esposa”. Há pais que nunca perguntaram: “Filho, como foi o seu dia, hoje?” No entanto, ambos, mãe e pai são responsáveis, diante de Deus, pela criação dos filhos. Em segundo lugar, há os que acham que não devem disciplinar, pois isto vai tornar os filhos adultos tímidos e medrosos. Não é o que diz a Bíblia. Basta conferir no livro de Provérbios: 13.24; 22.6; 23.13-14; 29.15.
AMOROSO – 1Jo 4.7 – Nas ações de um pai deve sempre existir amor. No olhar do pai, em sua amizade, até mesmo quando repreende, em tudo o filho deve sentir que seu pai faz por amor. A criança precisa saber que o amor é algo muito bom, pois assim, quando o pai lhe falar de Jesus, que é todo amor, ela entenderá e entregará a Jesus o seu coraçãozinho.
PACIENTE – 1 Ts 5.14 – Nas adversidades, diante dos problemas, pai, seja paciente. Seja paciente para entender seu filho e para ensiná-lo na Palavra de Deus. Se a recomendação bíblica é que sejamos longânimos com todos, tudo deve começar no lar. Quantos pais há que estão sempre em ponto de bala, sempre prontos a explodir? Seja um pai paciente.

CONCLUSÃO

Queridos pais, estes três lances da grande escada da vida que têm de subir, não são vividos separadamente, mas têm que estar entrelaçados em cada dia de seu viver. Que em cada dia de suas vidas vocês possam ser exemplo como homens, como cristãos e como pais.
Que Deus os abençoe dando sabedoria, força e muitas alegrias. Que vocês possam ouvir de seus filhos: “Esse é o melhor pai do mundo, O MEU PAI!”

2ª Parte
(Sugestão enviada pela SAF de Lagamar, MG)


Providencie caixas de vários tamanhos, uma deve caber dentro da outra, de forma que a maior contenha todas as outras. Dentro de cada caixa coloque um cartão contendo uma ordem e embrulhe cada uma como para presente.

Dirigente  Vamos convidar, neste momento, alguns pais para estarem aqui à frente e serem homenageados, homenageando assim todos os pais presentes.

Dirigente - Convidamos o pai mais idoso

(Quando este vier à frente, entregue-lhe a caixa maior que contém as outras caixas e peça-lhe que abra o presente)
Ao abrir, encontrará um cartão e a segunda caixa. No cartão, que deve ser lido em voz alta, estará escrito:
“Queira nos desculpar, mas este presente é para o pai mais jovem.”

Dirigente - Convidamos o pai mais jovem
(A dirigente abraça o pai mais jovem, entrega-lhe a segunda caixa e pede que abra)
Ao abrir, o pai encontrará outra caixa e o segundo cartão, onde lerá:
“Queira nos desculpar, mas este presente é para o pai que mais vezes leu a Bíblia.”

Dirigente - Dos pais aqui presentes, qual leu a Bíblia mais vezes? Venha aqui à frente.

(A dirigente parabeniza este pai, entrega-lhe a 3ª caixa e solicita que abra)
Ao abrir, encontra outra caixa e um cartão, onde lerá:
“Desculpe-nos, mas este presente é para o pai que tem mais filhos.”

E, assim por diante, crie outros motivos para homenagear os pais, como por exemplo, “o pai que mais cedo se levantou hoje”, etc.
Cada pai participante da homenagem deve receber um presente simples (uma caneta, ou uma meia) e a última caixa deve conter as lembranças especialmente preparadas para aquele dia e o cartão: “Distribua estes presentes entre todos os pais”




Fonte: http://www.saf.org.br (SOCIEDADES AUXILIADORAS FEMININAS DA IPB)

sexta-feira, 26 de maio de 2017

ESCOLA SABATINA 13º SÁBADO/ 2º TRIM - ANO B




PROGRAMA SUGERIDO PELA PROFESSORA JOSIANE DE ALMEIDA MACÊDO FLORÊNCIO DA ASSOCIAÇÃO MATO GROSSENSE / UCOB

Objetivo: Refletirmos sobre a importância de vivermos em comunidade, adorando Deus de forma genuína e com a certeza que a vida eterna está acessível a cada um de nós através de Sua graça.

Cenários: Fazer três cenários de acordo com as histórias que serão encenadas e colocar em cada cenário uma placa com os temas de cada lição: COMUNIDADE, ADORAÇÃO E GRAÇA. As professoras narrarão as histórias enquanto as crianças encenarão como personagens e/ou também vestidas de animaizinhos com mascara de urso, ovelhas e leões.

Momento de louvor: Hinos que são cantados na E.S. do M.C com participação das crianças e um adulto dirigindo

Oração:

Boas vindas e introdução: (Adulto)
Cumprimentar a congregação e introduzir a parte a seguir:

Durante este trimestre nossas crianças estudaram histórias relacionadas aos temas: comunidade, adoração e graça. E hoje nós vamos partilhar algumas das lições que aprendemos durante este trimestre.
A primeira mensagem que vamos aprender é sobre a Comunidade.
 Como podemos viver em comunidade?
Na comunidade cristã, honramos a Deus quando mostramos respeito por outras pessoas independentemente de idade, onde vivem ou qual seja sua profissão. Todos nós somos filhos de Deus.
Davi era um pastor fiel e leal. Ele tinha interesse especial pelas ovelhas confiadas ao seu cuidado. Ele era obediente e carinhoso para com seu pai. Davi demonstrava seu caráter na maneira como se comportava no relacionamento com a família. Nós somos chamados a ser carinhosos com nossos familiares e também obedientes.

1° Lição: Comunidade (Professora e a turma do rol do berço)

Davi era um pastorzinho, ele cuidava das ovelhinhas de seu pai. Davi foi um menino muito obediente e fazia e cuidava com  carinho e amor das ovelhinhas do seu pai. O rapaizinho Davi dava água e pasto verdinho para elas. Como Davi amava a suas ovelhinhas. Por que será que Davi amava as suas ovelhinhas? Por que foi Deus quem as fez. Vamos cantar a musica:

Quem fez as ovelhinhas, as ovelhinhas, as ovelhinhas
Quem fez as ovelhinhas, as ovelhinhas, as ovelhinhas foi o papai do céu.

Foi Deus que fez as ovelhinhas, por isso que Davi cuidava delas com muito carinho.
O pastorzinho Davi era muito corajoso. Quando um leão chegava perto das suas ovelhas ele pegava sua funda e girava e girava lançava pedras no leão e ele ia embora. E quando o urso se aproximava também ele mandava o urso embora.
Enquanto as ovelhinhas estavam pastando Davi tocava a sua harpa.
Cantar a musica: Uma harpa fez Davi...
E no fim do dia Davi levava as ovelhas para o aprisco pra que elas dormissem seguras.
Davi realizava o trabalho da maneira que seu pai o havia ensinado, sabe por que crianças?
Por que o rapazinho Davi era obediente.
Vamos falar nosso verso áureo: Filhos obedeçam a seus pais em tudo.

A primeira mensagem dessa manhã é:

Para vivermos em comunidade nós devemos respeitar uns aos outros.

Informativo: Juvenis

Ofertas:

Introdução da 2º parte: (Adulto)

A adoração  faz parte da sua vida?
O que é adorar a DEUS. Existe varias maneiras de adorarmos a Deus, e uma delas é através da oração.
Quando oramos e nos colocamos nas mãos de Deus, nós estamos O adorando.
Daniel adorava a Deus e sabia que Deus estaria com ele.
Vamos ouvir a história a seguir.

2° Lição: Adoração (Professora com a turma do jardim da infância)

  Daniel era um dos ajudantes mais importantes do rei Dario. Alguns dos outros
ajudantes ou príncipes não gostavam de Daniel. Eles cochichavam secretamente entre
si [sussurrar]:
– Vamos observar Daniel cuidadosamente para ver se podemos envolvê-lo em dificuldade.Vamos pegá-lo fazendo alguma coisa errada.
– Tenho um novo plano! – anunciou um dos príncipes. Eles se juntaram, trocaram
ideias, e então foram conversar com o rei.
– Vamos à sala do trono. [Levar as crianças para a sala do trono já preparada.]
– Ó, rei Dario, vive para sempre! – disseram os príncipes, inclinando-se demoradamente
[inclinar-se]. – Achamos que seria uma boa ideia o rei fazer uma nova lei. Essa
lei deve dizer que durante os próximos 30 dias todo o povo do seu reino deve fazer
petições somente ao rei. – Então, os príncipes continuaram explicando que se alguém desobedecesseà lei do rei, devia ser jogado na cova dos leões.
O rei Dario sorriu. Ele gostou da ideia de ter o povo se inclinando perante ele. Essa lei pareciaboa. Por isso, o rei disse:
– Por favor, escrevam isso. Será uma lei, e nossas leis não podem ser mudadas.
Ao saírem do palácio, os príncipes deram risada.
– Agora, podemos pegar Daniel! Ele nunca faz petições a ninguém, só ao seu Deus. – Elesconheciam Daniel muito bem. Sabiam que ele desobedeceria à ordem do rei. Tinham certeza de que ele continuaria orando ao seu Deus.
Aonde vocês acham que eles foram quando saíram do palácio? Isso mesmo, à casa de Daniel.[Ir à janela ou desenho de janela.]
Quando Daniel chegou em casa, fez exatamente aquilo que costumava fazer. Alguém pode me mostrar o que ele fez? [Pedir que as crianças se ajoelhem perto da janela ou desenho de janela.] A Bíblia diz [abrir a Bíblia e ler]: “Ali fez o que costumava fazer: Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus” (Daniel 6:10).
Logicamente, os príncipes encontraram Daniel orando ao seu Deus. Todos eles foram correndo de volta ao palácio e contaram ao rei [voltar à sala do trono]:
– Daniel não deu nenhuma atenção à lei que o rei fez. Ele continua orando ao seu Deus.
Quando o rei ouviu isso, ficou muito aborrecido. Só então compreendeu que os príncipes haviam sugerido que fizesse aquela lei apenas para acusar Daniel. Mas o rei tinha assinado a lei. E ela precisava ser cumprida. Não podia ser mudada. O rei teria que colocar Daniel na cova dos leões.Muito entristecido, o rei Dario caminhou com Daniel até a cova dos leões. Agora compreendia que havia sido enganado. Ele gostava de Daniel e não queria que ele fosse ferido. Antes de Daniel ser lançado na cova dos leões, o rei disse:
– Que o seu Deus, a quem você serve continuamente, o livre!Eu não sei se o rei Dario acreditava que o Deus de Daniel poderia salvá-lo. Ele amava Daniel e gostaria muito que alguém o salvasse dos leões famintos.Como vocês acham que Daniel se sentiu dentro da cova com os leões? Vamos entrar juntos na cova de leões que fizemos aqui? [Entrar na cova de leões com as crianças. Pedir que todas fechem os olhos.]
Está escuro? É mesmo. Eu acho que a cova dos leões era escura. [As crianças podem então, abrir os olhos.] Havia uma pedra muito grande na entrada da cova, por isso, os leões não podiam sair de lá.
Daniel também não podia escapar dali. Vocês podem pensar em alguma outra coisa a respeito da cova dos leões que vocês não apreciariam? Provavelmente, cheirasse mal, não é? Agora, vamos colocar algo como juba de leão nas mãos e vamos fazer de conta que nossas mãos são leões enquanto nós rugimos como leões. [Dar uma juba a cada criança e mostrar como usar.] Vocês podem rugir forte como leões grandes? Ou rugir como leões pequeninos? Podem rugir como leões famintos? Vocês acham que os leões rugiram naquela noite? Podem ter rugido muito, mas não tocaram em Daniel. [Pedir que as crianças rujam, mas não encostem umas nas outras.] Talvez os leões nem tivessem rugido naquela noite. Podem ter ficado quietinhos a noite inteira. Sabem por quê? Jesus enviou um anjo à cova dos leões. Ele cuidou de Daniel. O anjo fechou a boca dos leões. [Se algumas crianças ainda estiverem rugindo, você pode dizer que era muito difícil rugir com a boca fechada. Por isso, é possível que tivessem ficado bem quietos.] Será que Daniel orou naquela noite ali na cova dos leões? Eu tenho certeza de que ele orou. Daniel sabia conversar com Deus, mas o rei não sabia. O rei Dario ficou preocupado a noite inteira. Nem conseguiu comer na hora do jantar. Não quis ouvir música. E não conseguiu dormir. Finalmente, quando o Sol começou a surgir no horizonte e o dia amanheceu, o rei trocou de roupa e correu até a cova dos leões.
– Daniel! Será que o seu Deus pôde livrá-lo dos leões? – o rei perguntou.
– Ó, rei, vive para sempre! Meu Deus enviou o Seu anjo, que fechou a boca dos leões! – Daniel respondeu: O rei Dario ficou muito contente! Mandou que tirassem Daniel da cova dos leões. Todos olharam para Daniel. Talvez tivessem pedido que ele desse uma volta para ver se não tinha nenhum ferimento. [Pedir que as crianças deem uma volta.] Ele não tinha nenhum arranhão! Os leões nem encostaram nele! Era incrível! O rei ficou tão feliz que voltou ao palácio e escreveu uma carta a todas as pessoas do reino. Vocês querem saber o que dizia a carta? “O Deus de Daniel é o Deus vivo! Ele livra e salva Seu povo. Deus livrou Daniel do poder dos leões.” Eu acho que aquele rei não só ficou sabendo que o Deus de Daniel era um grande Deus, mas também ficou sabendo que ele mesmo podia conversar com esse grande Deus.

Vamos repetir a mensagem que aprendemos com essa lição:

Adoramos a Deus quando oramos.

Introdução da lição:( Adulto)

Vamos recapitular as mensagens que aprendemos hoje:
           
Para vivermos em comunidade nós devemos respeitar uns aos outros.
           Adoramos a Deus quando oramos.

Convido você a refletir e responder para si as seguintes questões:
A minha lealdade a Deus é tão visível como foi a de Daniel?
 Sou coerente em minha vida de oração?
Cada um sabe da sua resposta e também cada um de nós sabemos que:
Somos felizes quando adoramos a Deus.
E neste momento eu convido os professores a se colocarem em pé para adorarmos a Deus através da oração e pedirmos sua benção sobre o estudo da lição. 

Estudo da lição: (avisar o tempo que os professores terão para recapitulação)

Encerramento

Introdução, da 3º parte ( Adulto)

Deus estava prestes a levar Elias para o Céu. Eliseu, o ajudante de Elias, estava com ele
numa última visita à escola dos profetas. Eliseu estava determinado a não deixar que Elias se afastasse da vista dele. Nos últimos momentos que Eliseu esteve com Elias ele  pediu algo muito especial para Elias.
 O que será que Eliseu pedia de tão Especial.?
O que Eliseu pediu foi importante pra ele?
Será que também é importante para nós?
Vamos deixar que a história a seguir responda nossas perguntas.

3° Lição: Graça (Professora com a turma dos primários)

Era um dia especial para Eliseu [entra Eliseu], o assistente de Elias. Com Sua voz suave Deus lhe segredara que algo maravilhoso estava preparado para Elias naquele dia. Deus queria levá-lo diretamente para o Céu, sem que passasse pela morte. Esta era uma honra muito especial, que Deus havia concedido anteriormente a uma única pessoa: Enoque. [Entra Elias] Elias levaria Eliseu para acompanhá-lo em sua última viagem de visitação às escolas dos profetas. [Os dois caminham juntos até o grupo de profetas.] Eles pararam na escola de Gilgal. Elias sabia que em breve deixaria Eliseu, por isso resolveu testá-lo após a visita à escola dos profetas em Gilgal.
– Fique aqui – disse Elias. – O Senhor me mandou ir a Betel. Mas Eliseu abanou a cabeça. Ele não queria perder Elias de vista.
– “Tão certo como vive o Senhor... não te deixarei” – Eliseu respondeu. Então, os dois continuaram a viagem. [Ambos caminham em volta da sala e retornam ao grupo de profetas.] Logo, chegaram a Betel. Os profetas da escola de Betel perguntaram a Eliseu:
– Você sabe que Deus vai levar Elias hoje? [Ajudar os profetas a fazer novamente essa
pergunta.]
– Sim, eu sei – Eliseu respondeu tristemente. [Esperar até “Eliseu” repetir essas palavras.] Então, Elias decidiu testar seu assistente outra vez.
– Fique aqui – disse Elias. – O Senhor me mandou ir a Jericó. Mas Eliseu abanou a cabeça. Ele não queria perder Elias de vista.
– Tão certo como vive o Senhor... não te deixarei – Eliseu respondeu. Então, os dois continuaram a viagem. [Ambos caminham em volta da sala e retornam ao grupo de profetas.] Logo, chegaram a Jericó. Os profetas de Jericó perguntaram a Eliseu:
– Você sabe que Deus vai levar Elias hoje? [Os profetas repetem novamente essa pergunta, agora sem ajuda.]
– Sim, eu sei – Eliseu respondeu tristemente. [“Eliseu” repete essas palavras.] Mas Elias decidiu testar seu assistente mais uma vez.
– Fique aqui – disse Elias. – O Senhor me mandou ir ao Jordão. Mas Eliseu abanou a cabeça. Ele não queria perder Elias de vista.
– Tão certo como vive o Senhor... não te deixarei – Eliseu respondeu. Então, os dois continuaram a viagem. E os profetas de Jericó os acompanharam. [Eles caminham em volta da sala e retornam à frente da sala.]
Quando chegaram ao rio Jordão, Elias tirou sua capa, enrolou-a e bateu com ela na água do rio. [Elias tira a própria capa e bate na “água” – que alguém faz abrir.] A água separou-se e os dois homens atravessaram em terra seca. Do outro lado, havia chegado a hora de dizer adeus:
– O que posso fazer por você antes de ser levado? – perguntou Elias a Eliseu. Bem, Eliseu podia ter pedido dinheiro. Podia ter pedido fama. Mas, em vez disso, pediu uma
bênção especial.
– Que eu receba uma porção dobrada do seu espírito – ele respondeu. Ele sabia que a única maneira de dar continuidade ao trabalho de Elias seria com muita ajuda de Deus.
– Se você me vir quando eu for levado, você receberá esta bênção. Se não vir, não receberá
– Elias prometeu. E continuaram a caminhar. Então, de repente uma carruagem com cavalos de fogo apareceu e separou os dois homens. [Um adulto entra correndo, e carrega Elias rapidamente para fora, deixando cair a capa dele.] Elias foi levado para o Céu em um redemoinho. Eliseu exclamou: “Meu pai! Meu pai! Carros de Israel e seus cavaleiros!” Mas Elias já estava longe. Então, Eliseu viu a capa de Elias caída no chão. Ele a pegou e caminhou de volta ao rio Jordão. Enrolou a capa e bateu na água com ela, exatamente como Elias havia feito. Novamente, as águas se abriram e Eliseu atravessou em terra seca. [O grupo de profetas aplaude.] Deus realmente deu a Eliseu o dom de Seu Espírito.

Considerações finais: (Adulto)

O pedido especial de Eliseu foi que Deus desse a ele porção dobrada do espírito santo.
e através desse pedido Eliseu cumpriu a missão que Deus tinha designado a Ele.
Nós também precisamos da porção dobrada do espírito santo para cumprirmos a missão e alcançarmos a vida eterna.
Pela graça de Deus, seremos  um dia levados para o Céu, afim de viver eternamente com Ele.
Seremos trasladados sem passar pela morte, ou ressuscitados das sepulturas, quando Jesus vier para levá-los consigo ao lar.

Vamos recapitular as mensagens que aprendemos hoje:

            Para vivermos em comunidade nós devemos respeitar uns aos outros.
           Adoramos a Deus quando oramos.
A graça de Deus é o dom da vida eterna.
  
Hino final: Eu quero esse poder ( Integração Junior). Todas as crianças cantam


Oração:

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

ESCOLA SABATINA 12º SÁBADO MINISTÉRIO DA CRIANÇA

PROGRAMA SUGESTIVO PARA O 12º SÁBADO.
PROGRMA SUGERIDO PELA PROFESSORA VERINHA MATIAS DA IASD PARQUE IDEAL - TERESINA/PI - MISSÃO PIAUIENSE

DECORAÇÃO; Faça uma decoração na frente da igreja com arvores, prepare uma árvore para Zaqueu subir, gramas, sol, nuvens, a torre de babel, um cavalo de pau.

ABERTURA

DIREÇÃO DO MC: Bom dia! ‘Deixai vir a Mim os pequeninos e não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus."
Ele tomou as crianças nos braços, abençoou-as e falou palavras de encorajamento e simpatia às mães. Elas amavam Jesus e com frequencia repetiam a outros a história.  Hoje as crianças que fazem parte das classes do  Rol do Berço, Jardim, Primários e Juvenis nos mostrarão um pouco do que aprenderam sobre o amor de Jesus durante o trimestre.
Cantemos com grande entusiasmo o hino Cristo Ama as Criancinhas Nº 459.

ORAÇÃO: Qual é a primeira coisa que vocês fazem cada manhã? Ah, vocês acordam! Essa também era a primeira coisa que Jesus fazia cada manhã. A primeira coisa que Jesus fazia depois que acordava cada manhã era conversar com Seu Pai do Céu, vamos conversar com papai do céu agora. (FAZER ORAÇÃO DE JOELHOS)

(Sai a direção do MC e entram as professoras do Rol do Berço)

(Decoração: uma árvore grande, uma criança com vestes de Jesus , uma com vestes de Zaqueu e as demais a multidão e algumas moedinhas para Zaqueu distribuir para as crianças “multidão”)

1ª PROFESSORA: Uma das histórias que o Rol do Berço aprendeu, foi a história de Zaqueu. Vamos conhecer essa história?

2ª PROFESSORA: (a professora vai narrando a história enquanto as crianças fazem a encenação com ajuda de professoras e das mães, pois tem bebês de colo, não deixe de fora nenhuma criança )

 “Zaqueu ouvira falar de Jesus. Despertou-se nesse chefe dos publicanos o desejo de uma vida melhor. Sentiu-se pecador aos olhos de Deus. Todavia, o que ouvira dizer acendeu-lhe a esperança no coração. Ele ouviu em Jericó as novas de que Jesus estava entrando na cidade. Zaqueu queria muito ver Jesus, mas ele era baixinho e precisava de ajuda porque havia muitas pessoas altas em volta de Jesus. Zaqueu viu uma árvore grande e decidiu subir nela para poder ver Jesus. Quando Jesus olhou para o rosto de Zaqueu sorriu, Zaqueu percebeu que Jesus o havia perdoado por haver roubado o dinheiro das pessoas. E Zaqueu sentiu que Jesus o amava!  Jesus quis ir à casa dele, mostrando assim o quanto o amava. Zaqueu aceitou o convite,  e ali começava a compreender quão amargos são os frutos do pecado, e assim começou imediatamente a fazer restituição àqueles a quem havia prejudicado. Embora Zaqueu não tivesse sido bom para com as outras pessoas, Jesus o amou e o perdoou.

AS CRIANÇAS CANTAM ou coloca-se o vídeo: ZAQUEU (Minha vida é uma viagem)

(SAEM TODOS DO ROL E ENTRAM AS PROFESSORAS DO JARDIM)

JARDIM DA INFÂNCIA
(entram as professoras do Jardim)

(decoração: um caminho, um cavalo de pau, uma criança com vestes de Jesus, as demais crianças com vestes “a multidão” e folhagem ou outro material)

1ª PROFESSORA: Louvar a Deus é uma reação natural daqueles que conhecem Seu amor e bondade. Nós O louvamos quando cantamos cânticos de agradecimento e quando Lhe dizemos, através de nossas orações, quão felizes somos porque Ele nos ama muito. Uma das histórias que o jardim aprendeu, foi a história Desfile de louvor. Vamos conhecer essa história?

2ª PROFESSORA: (a professora vai narrando a história enquanto as crianças fazem a encenação com ajuda de professoras)

Durante três anos, os amigos de Jesus viajaram com Ele e viram que por Sua palavra os cegos viam, os surdos ouviam e os doentes saravam. Os amigos de Jesus O amavam porque Ele era bondoso. Um dia, as pessoas fizeram um desfile especial para Ele. Diziam boas coisas a respeito dEle. Louvavam a Jesus pela Sua bondade.
“Foi no primeiro dia da semana que Jesus fez Sua entrada triunfal em Jerusalém. [...] “Nunca antes vira o mundo um cortejo triunfal como aquele. [...] Os cegos a quem [Ele] restituíra a vista, abriam a marcha. Os mudos cuja língua soltara, entoavam os mais altos hosanas. Saltavam de alegria os coxos por Ele curados, sendo os mais ativos em quebrar os ramos de palmeira e agitá-los diante do Salvador. As viúvas e os órfãos exaltavam o nome de Jesus pelos atos de misericórdia que lhes dispensara. Os leprosos a quem [Ele] purificara, estendiam na estrada as vestes sem contaminação, ao mesmo tempo O saudavam como Rei da glória. Aqueles a quem Sua voz despertara do sono da morte, tomavam parte no cortejo. Lázaro, cujo corpo provara a corrupção no sepulcro, mas que, então, se regozijava numa alegria gloriosa, conduzia o animal que Jesus montava”.

(SAEM TODOS)

INFORMATIVO MUNDIAL

(entram as professoras dos Juvenis)

1ª PROFESSORA: agradece aos amigos convidados

2ª PROFESSORA: Somos convidados a servir de diferentes maneiras. Uma das maneiras em que todos nós podemos servir é dando ofertas para ajudar outros. Nesse trimestre ajudaremos a Divisão Transeuropeia. Os Projetos especiais são:

(nesse momento entram de 3 em 3 juvenis e a medida que vão falando suas partes ele continuam, não saem até completar todos os os projetos)

3 juvenis entram, 2 segurando a bandeira da Irlanda e 1 fala:

Nossas ofertas ajudarão a estabelecer uma igreja em Dublin, na Irlanda.

3 juvenis  entram, 2 segurando a bandeira da Croácia e 1 fala:

Nossas ofertas ajudarão a construir um dormitório na escola adventista Secundária de Marusevec, na Croácia.

3 juvenis entram, 2 segurando a bandeira da Noruega e 1 fala:

Nossas ofertas ajudarão a edificar um centro Evangelístico internacional para a juventude em Oslo, na Noruega.

3 juvenis entram, 2 segurando a bandeira da Polônia e 1 fala:

Nossas ofertas ajudarão a fundar um estúdio da TV Hope Channel (Canal da esperança) em Varsóvia, Polônia.

Nossas ofertas serão recolhidas de forma geral pelas crianças vestidas com roupas típicas dos locais a serem beneficiados.

ORAÇÃO PELAS OFERTAS E PELO ESTUDO DA LIÇÃO

MOMENTO DA LIÇÃO

ENCERRAMENTO

(decoração: torre de Babel feita de caixas de papelão e crianças com vestes dos tempos biblicos)
(entram as professoras dos Primários)

1ª PROFESSORA: Depois do dilúvio, Deus disse a Noé e sua família: “Tenham filhos e se espalhem pela Terra.” Com o passar do tempo, pessoas sem religião decidiram construir uma torre na planície de Sinear, a fim de se protegerem de um futuro dilúvio. Começaram a construir com tijolos e usavam piche como massa. Deus os impediu de continuar ao confundir-lhes o idioma. Eles se separaram de acordo com o idioma que falavam e se espalharam pela Terra.

2ª PROFESSORA: (a professora vai narrando a história enquanto as crianças fazem a encenação com ajuda de professoras)

Muito tempo atrás, depois de Deus ter criado a Terra, todas as pessoas falavam o mesmo idioma, usavam os mesmos nomes para todas as coisas que tinham ou faziam. Não importava onde morassem ou para onde se mudassem, podiam conversar umas com as outras e se entender. Depois do Dilúvio, as pessoas viviam juntas em paz. Durante muito tempo, tudo era harmonia. À medida que o tempo passava, os habitantes de Sinear começaram a pensar que sabiam mais que todo mundo até mesmo mais que Deus. Eles logo imaginaram construir uma torre bem alta que chegasse até o céu. Então começaram a trabalhar na construção da torre. Passavam os tijolos de um trabalhador para o outro. Deus observava enquanto o povo construía sua torre. Deus não estava satisfeito. Deus fez um plano para ajudar as pessoas a fazer o que era certo. Fez com que as pessoas usassem palavras diferentes para a mesma coisa. Ele confundiu o idioma delas para diversos idiomas. Logo, todos começaram a discutir e brigar. Não puderam terminar a torre. Assim eles foram viver em cidades diferentes e podiam desfrutar das coisas boas de Deus com suas famílias. Deus ama e ajuda todas as pessoas.
Finalizar cantando a música Babel Alessandra Samadello com toda a igreja em pé.

ORAÇÃO FINAL com toda a direção do MC, as professoras e crianças.

Fonte: Grupo do WhatsApp Primários/Juvenis e Rol/Jardim


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Ideias Práticas para a Família - Sábado a Tarde


As pessoas sempre me pedem dicas de atividades para serem realizadas no sábado à tarde com os filhos. Relendo alguns materiais antigos guardados de seminários que participei oferecidos pelas direção dos ministérios da criança ao longo dos mus quase 35 anos de atividades, resolvi copilar algumas dicas que achei interessante.

As atividades em meio à natureza são um dos mais importantes elos espirituais entre você e seus filhos… “Na mente infantil, o próprio pensamento do sábado deve estar ligado à beleza das coisas naturais (…) Por meio de tais associações, os pais poderão atar os filhos a seu coração, e assim a Deus, mediante laços que jamais se hão de romper” (Educação, p. 251).

Atividades bíblicas e instrutivas são outra parte importante das recordações do sábado. São especialmente necessárias quando o clima não permite atividades ao ar livre, ou para as longas tardes de verão. Ler histórias, contar histórias bíblicas com mímica, encenar uma história numa pequena caixa de areia, desenhar figuras ponto a ponto, brincar com joguinhos bíblicos ou dirigir uma Escola Sabatina (bíblica) para bonecas ou para os irmãos menores são apenas algumas das possibilidades…
O sábado desempenha um papel essencial na vida espiritual de cada pessoa – criança ou adulto. Como memorial da Criação, é o sinal do poder criador de Deus e um forte argumento contra a evolução. O sábado reconhece a soberania de Deus no mundo e na minha vida pessoal. Deus é a fonte da existência e do conhecimento. O sábado relembra a glória primitiva do homem e testemunha do propósito de Deus de nos recria à Sua imagem por meio da redenção. O sábado também identifica o povo de Deus através de uma prova de lealdade especial no fim do tempo.

Preparação, Preservação e Presença – seriam um dos mais importantes meios que Deus tem de ensinar nossos filhos a seu respeito e de manter nossas famílias unidas.
É nosso privilegio atar as cordas do amor entre nós e nossos filhos através de um dia especial, um dia para recordar para sempre.

CHAVES PARA CRIAR LEMBRANÇAS DO SÁBADO
1. Prepare-se para o sábado durante a semana.
2. Simplifique o trabalho doméstico. Convoque a família para ajudar.
3. Cultive uma tradição familiar para o inicio do sábado.
4. Simplifique a rotina da manhã de sábado.
5. Planeje atividades sabáticas especiais com seus filhos.
6. Associe o sábado com a natureza na mente dos filhos.
7. Crie lembranças do sábado que ligarão o coração de seus filhos a você e a Deus.

Confira algumas ideias que podem trazer para toda a sua família momentos de prazer e de muita alegria e intimidade com Deus e com os membros da família.

1. Acampamento em família

Algumas empresas especializadas em turismo ecológico dão assessoria completa e alugam barracas e equipamentos. O mais divertido é acampar em parques ou reservas ambientais, porque têm infraestrutura para essa atividade. Todos devem ser convocados a dividir tarefas

2. Karaokê

A ideia japonesa de cantar enquanto um aparelho toca apenas a melodia é, sem dúvida, uma das melhores opções para aproximar pais e filhos. para ste Karaokê sugerimos fazer um lista de palavras dos hinos e usicas conhecidas pela família e colocar numa caixa. Cada membro da familia deve sortear um papl e cantar uma música que contenha a palavra.

3. Balões no Teto

Cinco dias antes de cada sábado, pendure cinco balões de gás pela casa. A cada dia, sempre no mesmo horário e com todos presentes, um deles é estourado e o cada membro da família tem que dizer algo de bom ou de ruim que viveu no dia e porque espera pelo sábado. 

4. Passeios na Natureza

Os jovens adoram programas de desafio, principalmente quando têm a ver com a natureza. Aproveite aquele final de semana em que, milagrosamente, ninguém tem nada na agenda e proponha uma excursão - com direito a levar os amigos - para explorar uma caverna, fazer trilhas de bicicleta ou se aventurar por uma expedição na mata. Escaladas em montanhas ou mergulhos também são convidativos

5. Foto-Caminhada

Essa atividade agrada tanto aos pais quanto aos filhos. consiste em fazer uma caminhada e cada um com um celular ou tablet deverão tirar fotos de flores que encontrarem no caminho. Não vale repetir. Ao final da foto-caminhada, cada um deverá procurar descobrir que flor foi fotografada e mostrar para o restante da família. Que tal promover uma exposição na sala com as melhores foto da familia?

6. Cozinha Saudável

Cozinhar em família pode ser delicioso e ainda ajuda a desenvolver a criatividade. Se as crianças têm entre 5 e 10 anos, basta fazer uma linha de montagem de pastel saudável sobre a pia da cozinha e distribuir as tarefas. Se forem mais velhos, cada um escolhe um prato para fazer e o resultado será submetido ao julgamento de uma comissão formada pelos avós, por exemplo.

7. Jogos de Tabuleiro e/ou Quebra-Cabeça

Jogos de tabuleiro e quebra-cabeça são excelentes materiais para reunir a família. Que tal promover um campeonato sempre aos sábados a tarde ou juntos em família montar um quebra-cabeça com muitas peças?

8. Concurso de Verso Bíblico

Outra dica é promover um concurso bíblico, onde cada membro deverá decorar o maior numero de versos bíblicos durante a semana e no sábado a tarde todos deverão contabilizar a quantidade. Ao final de um período que pode ser um mês, dois meses ou três meses, o ganhador deverá ganhar um premio que pode ser escolhido antecipadamente.

9. Concurso Bíblico

No culto de por-do-sol a tarde, o pai ou a mãe escolhe um livro ou um personagem bíblico que deverá ser estudado pelo restante da família e no sábado seguinte responder as perguntas. Ganha quem acertar o maior numero de perguntas.

10. Perfil Bíblico

Perfil é um jogo de 20 perguntas que desafia os jogadores a descobrir no menor número de chances possível qual é o assunto, o personagem, o lugar ou a data em oculto;
O cartão de 20 perguntas é sorteado e o líder declara se é sobre um assunto, um personagem, um lugar ou uma data;
O primeiro jogador escolhe um número de 1 a 20 e depois de ouvir a pista sobre o tema, arisca um palpite; Se o jogador acertar o palpite ele ganha os pontos correspondentes às pistas que não foram revelados;
- Ex: 5 pessoas escolheram seus números, foram lidas as pistas sobre o assunto, mas não conseguiram acertar o segredo. A sexta pessoa escolhe seu número e acerta depois da pista lida. Sobraram 14 pistas não reveladas. Sendo assim, este é o número de pontos que o sexto jogador vai ganhar.
Ganha quem acertar o assunto, o personagem, o lugar ou a data em oculto em um número menor de pistas;

Adaptação Bíblica do jogo Perfil

O professor pode fazer o seu próprio Perfil de acordo com o tema que está trabalhando e usar como quebra-gelo.

Ex: Perfil Bíblico: Pessoa – JOSÉ (esta palavra não é revelada)
1-        Morou com sua família na infância.
2-        Tinha roupas especiais.
3-        Foi casado e teve dois filhos.
4-        É do sexo masculino.
5-        Foi fiel a Deus em suas tribulações.
6-        Tinha muitos irmãos.
7-        Seu pai era velho.
8-        Tornou-se um homem importante onde morava.
9-        Viveu em um país estrangeiro.
10-     Casou-se com uma mulher estrangeira.
11-     Salvou muitas vidas onde vivia.
12-     Foi traído por membros de sua família.
13-     Fez uma viagem pelo deserto.
14-     Tinha um irmão que gostava muito.
15-     Pule a vez.
16-     Seu nome tem 4 letras.
17-     Falaram para seu pai que ele havia morrido.
18-     É um personagem do Antigo testamento.
19-     Seu pai mudou de nome e se tornou o povo escolhido de Deus.
20-     Passe uma rodada sem jogar.

O professor deve equilibrar as pistas com dicas fáceis (cuja pista leva o aluno a descobrir logo o segredo) e difíceis (cuja pista leva o aluno a pensar em mais de uma possibilidade). Deve haver entre as pistas algumas “Prendas” (tarefas que os alunos devem fazer ) como, passe a vez; cite um versículo do livro de João de cor; cante uma música que tem a palavra “Amor”; etc.

Obs.: Você pode montar um jogo perfil com vários personagens bíblicos, ou com um livro específico estudado da Bíblia;

Espero que com estas dicas possamos deixar o sábado mais feliz e mais esperado pela família. e qu os momentos passados em família possam ser de Re-criação e de aprendizagem do Maravilhoso amor de Deus.

Se gostou deixe seu comentários e compartilhe em suas redes sociais.



domingo, 25 de setembro de 2016

SERMONETE - A BIBLIA ME ENSINA




OBJETIVOS: A criança participará das atividades e ao final das experiências a criança será capaz de:
- saber que a Bíblia é a Palavra de Deus aos homens
- saber que a Bíblia ensina-nos a viver de um modo que agrade a Deus
- Demonstrar interesse pela Bíblia

DESENVOLVIMENTO

Musica Tema - A Bíblia
A Bíblia é igual martelo
Para Rocha despedaçar
É luz para os meus caminhos
E meus passos vai guiar
É espada de dois gumes
É espelho para eu me ver
A santa Bíblia assim
Fará a mim se eu a ler
A Bíblia é igual semente
Que nasce no coração
É ela o alimento dos que aceitam a salvação
Como a água que me limpa
Faz o mal desaparecer
A santa Bíblia assim
Fará a mim se eu a ler
Leitura Bíblica Salmos 119: 129-136
Versículo para memorizar: Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti. SALMOS 119:11

HISTÓRIA BÍBLICA- O REI JOSIAS

Começo; Você já ficou sem saber o que fazer o que decidir?
Desde muito cedo os pais estão preocupados em ensinar a vocês a fazer as escolhas certas.
Mas quando crescemos um pouco mais achamos que poderemos fazer as nossas
Hoje vamos falar de Josias um príncipe de oito anos de idade, trazia sobre a sua cabeça a coroa real! Era ele o novo rei de Israel! E com grande alegria o povo todo aclamou. Embora ainda criança. Será que há algum menino aqui com a idade de Josias? Quem tem oito anos de idade?
Mas à medida que Josias ia crescendo, também ele ia fazendo as suas próprias escolhas. E a palavra de Deus nos conta uma coisa maravilhosa sobre Josias. “ele fez o que era reto perante o senhor... e não desviou nem para direita nem para a esquerda. (II Reis 22:2)”. Não sabemos quem ensinou Josias a respeito do verdadeiro Deus e a diferença entre o certo e o errado. O fato é que ele escolheu o caminho certo, sem importar-se com mau exemplo deixado pelo seu pai.
: o Templo destruído era um dos problemas que Josias tinha que enfrentar. Deu-se o início ao trabalho. Como Josias ficou alegre ao ver que o templo estava ficando bonito! Um dia, durante o trabalho, Hilquias um homem que amava a Deus encontrou alguma coisa que o fez pular de alegre ele correu para chamar seu amigo Safã. - veja! Encontrei o livro da lei! Gritou ele.
: Safã levou o livro da lei para o rei Josias, e o livro foi lido novamente diante dos moradores de Israel.
: o povo arrependeu-se dos seus pecados.
: e a palavra de Deus falou ao coração do povo.
: eles sentiram que o castigo de Deus viria sobre eles por causa da vida pecaminosa que haviam levado.
Josias sabia o que a Palavra de Deus representava para ele, ele sabia que as palavras ali contidas foram inspiradas por Deus e serviam para o ensino, repreensão, correção e educação na justiça. Timóteo 3:16
Josias usou a bíblia como sue manual para fazer toda reforma no seu reinado... E nós será que temos um manual...
Os escoteiros têm... mas você sabe o que é um escoteiro?
O que um escoteiro faz?
E vocês sabem me dizer o que o escoteiro tem no seu bolso? Isso mesmo, um manual!
E o que é um manual?
Manual (latim manuale, -is, estojo de livro, livro pequeno) : Livro pequeno, guia prático que explica o funcionamento de algo ,(latim manualis, -e) Relativo a mão, que se pode mover à mão, Que se pode facilmente trazer na mão, que se transporta facilmente. = portátil
Vocês sabiam que a Bíblia é para nós como nosso manual? Isso mesmo, um manual que deve ser levado todos os lugares em todos os momentos da nossa vida.
Vamos então conhecer com que o nosso manual (a Bíblia) se assemelha?

DESENVOLVIMENTO:

*      Lâmpada:
A Bíblia é como a luz que ilumina nosso caminho, nos orientando todas as nossas escolhas.
 “Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra, e luz para o meu caminho”. (Salmo 119.105)

*      Martelo:
Assim como o martelo quebra as pedras, os ensinos da Bíblia podem quebrar o pecado nos corações. “Não é a minha Palavra fogo, diz o Senhor, e martelo que esmiúça a pedra?” (Jeremias 23.29).

*      Ouro:
A Bíblia foi comparada ao ouro, no salmo 19. “Os preceitos do Senhor são mais preciosos que o ouro, sim, do que muito ouro fino.” (Salmo 19.10).

*      Espada:
Paulo diz que a Palavra de Deus é a espada do Espírito. “Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus.” (Efésios. 6.17) ·.

*       Mel:
O salmista diz que os ensinamentos da Bíblia são “mais doces do que o mel”. Salmos 119:103

*      Sementes:
Jesus comparou a Palavra de Deus à semente (mostrar) que, caindo em terra boa, produz muito fruto (mostrar). Mateus 13:24
*      Leite
A Bíblia é para nós como um alimento que devemos nos alimentar todos os dias, é como um leite que dá força para o bebê crescer.
“Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo” (1 Pedro 2:2).

*      Pão
“Este é o pão que desce do céu, para que o que dele comer não morra” (João 6:50).

*      Escudo
A Palavra de Deus nos protege, nos dá força e nos serve como escudo para nos refugiar de todo mal.
“Tu és o meu refúgio e o meu escudo; espero na tua palavra” (Salmos 119:114).

*      Água
“Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna” (.João 4:14)

APLICAÇÃO:

A Bíblia nos serve para usarmos em todos os momentos da nossa vida, é o manual do soldado de Deus. Você que é soldado precisa usa-la sempre, porque ela é uma arma poderosa contra o nosso inimigo.
Deus, nosso Pai, nos deixou esse manual para usarmos.
E você criança que ainda não é um soldado de Deus e por isso não tem a Bíblia como manual para guiar sua vida e como arma para lutar contra o mal, eu quero te convidar a fazer parte desse grande exército de Deus.
Vamos agradecê-lo por cuidar de nós com tanto carinho a ponto de nos deixar essa arma, esse manual para nós?

(Convide as crianças que fizeram uma oração agradecendo á Deus por cuidar tão bem de nós, e por se preocupar conosco a ponto de nos deixar um manual)

DIA DOS PAIS - O PAI QUE CRESCE

(Sugestão enviada por Sidnéia da Silva Gonçalves e adaptada para o Site SAF) Antes da reunião Montar três quadros de flanelógra...

Mais Populares